PRA SUA EMPRESA        ESTABELECIMENTO        PRA VOCÊ        VENDA VR        SITE VR        CONTRATE

capa_hortaemcasa_ok
capa_hortaemcasa_ok
fade

Dicas para trazer um sabor a mais com uma horta em casa

Nada mais gostoso do que ter ali, sempre à mão, temperinhos e ervas frescas para deixar suas refeições ainda mais saborosas. Algumas pessoas acabam não gostando desse prazer por ter receio de não saber cuidar das plantinhas ou por não ter muito espaço para elas. Por isso, preparamos dicas simples e práticas para você ter sua própria horta em de casa.

  1. Escolha o local.

Aqui, o mais importante é a luminosidade. Suas plantinhas precisam de pelo menos 3 a 4 horas de luz solar por dia. Cada espécie tem sua necessidade específica, mas isso deve ser o suficiente para a maioria delas.

  1. Mudas ou sementes?

Cada hortelão tem sua preferência. Uma boa ideia talvez seja apostar nos dois: comprar algumas mudinhas de plantas que você gostaria de ter, mas também arriscar algumas sementes.

As mudas têm maior chance de vingar e o resultado é mais rápido, o que pode ser motivador para os novatos. Mas acompanhar o desenvolvimento das plantinhas desde a semente também é uma experiência muito gostosa.

  1. Como fazer uma sementeira?

Você pode usar uma embalagem de ovos, por exemplo. Encha os buracos dos ovos de terra (de preferência com bastante matéria orgânica) e afunde as sementinhas cerca de 1 centímetro. Regue delicadamente a terra. Ela deve estar sempre úmida, mas nunca encharcada, e a melhor maneira de saber se está na hora de regar ou não é colocando o dedo na terra. Quando as plantinhas atingirem cerca de 3 a 4 centímetros de altura, está na hora de acomodá-las em um vasinho maior.

  1. E os vasos?

Já que estamos falando de natureza, que tal reaproveitar embalagens de plástico, como garrafas pet cortadas ao meio, por exemplo, como vasos? Assim diminuímos o descarte destas embalagens e evitamos este gasto. Importante sempre fazer alguns furinhos no fundo do seu vaso para evitar que as raízes apodreçam.

  1. E o que plantar?

A sugestão é começar por ervas e temperos que sejam de fácil cultivo, como manjericão, hortelã e alecrim. Apesar de não apresentarem nenhuma grande dificuldade, cada uma delas precisa de quantidade de água e de sol diferentes. Portanto, em geral, não é uma boa ideia manter mais de uma espécie no mesmo vaso. Seu fornecedor de sementes ou vendedor de mudas pode te indicar melhor sobre as peculiaridades de cada plantinha.

  1.  Por qual planta começar?

Uma sugestão bem simples e econômica: da próxima vez que comprar cebolinha fresca, corte o talo com creca de 10 centímetros de comprimento, mantendo a parte da raiz. Coloque este talo em um copo d’agua e deixe ali por dois dias. Depois que as raízes começarem a se desenvolver, plante em um potinho com terra e regue sempre que necessário. Em cerca de 2 meses você vai poder colher sua própria cebolinha.

Gostou? Então aproveite e mãos à “terra”!

Receba o conteúdo em primeira mão: