PRA SUA EMPRESA        ESTABELECIMENTO        PRA VOCÊ        VENDA VR        SITE VR        CONTRATE

VR_blog_artigo_marketing_social_capa_02
VR_blog_artigo_marketing_social_capa_02
fade

Marketing Social: por onde começar e quais as suas vantagens

Construir a imagem de uma empresa envolve diversos fatores que vão da administração àquilo que colaboradores e fornecedores acreditam. Sabendo da importância do valor da marca, nasceu o marketing social.

O conceito do marketing social surgiu por volta de 1970 por Philip Kotler e Gerald Zaltman. Na época perceberam que, mais do que vender e divulgar produtos ou serviços, o marketing também é uma definição para defender causas sociais, incentivar comportamentos, propagar boas ações e propor reflexões importantes.

Sendo assim, de lá para cá, empresas e organizações vêm procurando meios de divulgar seus ideais. Muitas vezes, eles se concretizam por meio de atitudes que promovem o bem-estar coletivo e transformam o olhar de clientes e colaboradores quanto ao seu valor.

Por isso, algumas campanhas institucionais, propagandas e ações internas que você vê, não têm o intuito de gerar venda. Mas, sim, divulgar os valores nos quais a marca se apoia, ações voluntárias que foram beneficiadas e programas de ajuda social criados por ela.

Logo, se você identificou a necessidade de implantar ou aprimorar o marketing social, continue a leitura.

Afinal, como iniciar um programa de marketing social no seu negócio?

Como em qualquer outro setor, é preciso começar estruturando o seu plano.

Ou seja, comece fazendo pesquisas com seu quadro de funcionários e, se possível, com os clientes finais caso você não tenha decidido qual será o objetivo. Desta maneira, fica mais fácil entender seu comportamento, perfil e até mesmo gatilhos emocionais que podem gerar a identificação que você espera.

Enfim, depois disso, segmente seu público-alvo. Quem você deseja atingir quando começar a trabalhar com o marketing social? Você pode traçar estratégias para melhorar a sua cultura organizacional e melhorar a conexão com seus colaboradores. Também é possível pensar em estratégias que encantem o seu consumidor final, criando o senso de comunidade e orgulho em ver que ele é cliente de uma empresa que se importa com o coletivo e promove ações de incentivo.

Então, é preciso ampliar o olhar e entender mais sobre o mercado com o qual você pretende se envolver. Saber quais são os possíveis resultados, organizações ativas, quem desenvolve um trabalho sério e responsável são algumas considerações necessárias para começar a decidir qual será a causa do seu marketing social.

Logo, com estes pontos decididos, é preciso fazer um plano de investimento. Você vai fazer parceria com alguma ONG? Implantar um programa interno na sua empresa para abraçar funcionários e clientes externos? Dedicar algum dia da semana para que seu time possa trabalhar em ações sociais? Se o seu orçamento estiver apertado e for preciso pensar em alternativas, o marketing filantrópico também pode ser uma boa opção. Neste caso, é possível criar uma campanha que tenha conteúdo gerado a partir de doações.

Como divulgar e saber se deu certo?

Vale ressaltar que o mais importante para conseguir alcançar os resultados do marketing social é comunicar o que vem sendo feito. Ou seja, replicar nos canais da sua empresa e mensurar os resultados obtidos. Caso seja preciso, revise quais objetivos foram atingidos e defina novas formas de avaliar o retorno.

Gostou deste artigo? Quer saber mais dicas para melhorar a imagem da sua empresa com sua equipe e clientes? Veja os benefícios que a VR pode oferecer a eles clicando aqui.

Receba o conteúdo em primeira mão: