Nos dias de hoje, um grande desafio entre as empresas, independentemente de seu porte ou segmento, é conseguir reter talentos e manter os funcionários motivados.

Para que isso aconteça, é preciso saber como melhorar o ambiente de trabalho, fornecendo aos colaboradores condições satisfatórias para que eles se sintam incentivados a trabalhar naquela organização.

Felizmente, é possível conquistar esses objetivos por meio do employer branding. Mas, você já sabe exatamente do que estamos falando?

Para entender como fortalecer a sua imagem positiva junto aos colaboradores e ao mercado, além de como melhorar o ambiente de trabalho, continue a leitura do artigo! ​

O que é o employer branding?

O employer branding é, de modo geral, aquilo que torna a sua empresa um lugar positivo para se trabalhar, abrangendo também a reputação da organização.

Se você consegue proporcionar saúde, bem-estar e equilíbrio entre trabalho e vida pessoal aos colaboradores (por meio de programas de benefícios ou recompensas, por exemplo), oferecer um ambiente de trabalho agradável ou possibilidades concretas de crescimento, tudo isso será considerado como atrativo no que diz respeito à captação e retenção de talentos.

Para que o seu negócio seja visto como um lugar interessante tanto para os colaboradores que já estão na empresa, quanto para aqueles que poderão um dia trabalhar lá, é fundamental que uma série de estratégias para manter a boa imagem da organização sejam adotadas — e, aqui, o alvo não é o cliente final, mas sim os próprios times de trabalho.

Como utilizá-lo para melhorar o ambiente de trabalho?

Devido ao alto nível de competitividade do mercado atual, se a sua empresa não se preocupa em oferecer um bom ambiente de trabalho para os colaboradores, cuidando da sua reputação e tornando-a em um lugar atrativo para se trabalhar, é bem provável que ela possa perder talentos para a concorrência.

Se você acompanha as tendências de mercado, certamente já notou que algumas empresas (sobretudo do segmento de tecnologia e startups) já vêm incluindo no cotidiano de seus funcionários fatores estimulantes como horários e dress code flexíveis, jogos eletrônicos etc.

Isso acontece porque essas organizações já se atentaram quanto as estratégias de employer branding que sejam atrativas para o perfil de colaborador desejado por elas.

Alinhando esses funcionários à cultura e aos valores do negócio, eles se tornam difusores de sua imagem positiva, reforçando a ideia de que aquele é um bom lugar para se trabalhar.

As consequências são percebidas diretamente nos resultados da empresa. Funcionários motivados, incentivados e engajados com aquilo que se propuseram a fazer se sentem orgulhosos do local em que trabalham e não hesitam em vestir a camisa da organização, aumentando, assim, seus níveis de produtividade.

Ainda que indiretamente, esses fatores são utilizados para melhorar a relação entre funcionário e empresa, ressaltando o quão interessante pode ser trabalhar naquele lugar.

Por esse motivo, é comum que essas organizações vêm sendo cada vez mais procuradas tanto pelos millennials, quanto pelos profissionais mais maduros.

Esse, no entanto, foi só um exemplo de como o ambiente de trabalho pode ser melhorado por meio do employer branding.

Além desses aspectos, podemos listar a adoção de políticas de benefícios atraentes, o foco no crescimento do colaborador, proporcionando a ele um plano de carreira e desafios constantes, a facilidade de acesso aos gestores, entre outros.

Tudo isso vai depender do alvo desejado e dos objetivos da sua empresa. Há, contudo, alguns fatores comuns primordiais para melhorar o ambiente de trabalho de qualquer organização, fortalecendo também a imagem da marca empregadora.

Entre eles, podemos listar:

  • adoção de uma gestão humana;

  • investimento em treinamentos e capacitação das equipes;

  • abertura dos canais de comunicação entre colaboradores e gestão;

  • agilidade na resolução de conflitos;

  • valorização dos funcionários, investindo em seu bem-estar.

Como aplicar uma estratégia de employer branding?

Defina os objetivos da empresa para alinhar as estratégias

Definir tudo aquilo que a empresa deseja alcançar com o employer branding a curto, médio e longo prazo é essencial para que as ações sejam passadas aos colaboradores de maneira eficaz e adequada.

Além disso, a compreensão desses objetivos permite que os gestores possam entender quais são os talentos necessários à organização, separando investimentos para atrair e reter esses profissionais.

Crie estratégias direcionadas a grupos diferentes

Uma vez definidos os objetivos e necessidades, é preciso identificar os perfis desejados para elevar a produtividade e competitividade da organização a bons patamares.

Sendo assim, estabeleça seu grupo alvo para recrutamento, seleção e retenção (profissionais especializados, gestores experientes etc.) para, então, trabalhar como atraí-los à empresa.

Defina também quais grupos internos devem ser capacitados para exercerem determinados cargos, como os de liderança.

Para que as estratégias de employer branding de fato funcionem, é preciso que elas sejam criadas de modo personalizado para atingir esses grupos de pessoas desejadas.

Tudo isso deve estar bem delineado para que as ações garantam atratividade para ambos os lados, empresa e colaborador.

Prepare ações para diferentes canais de comunicação

Pense: é possível obter sucesso em suas ações de employer branding quando elas estão concentradas em apenas um canal, no qual parte de seus colaboradores ao menos está presente?

A resposta está clara, não é mesmo? Sendo assim, é preciso saber trabalhar estratégias para canais de comunicação distintos e que atendam a perfis diferentes.

Tudo isso tornará mais eficaz a promoção da boa imagem da organização junto aos grupos potenciais definidos.

Acompanhe os resultados das ações

Para garantir o sucesso de qualquer plano, é preciso não só muito planejamento, como também a adoção de um acompanhamento contínuo.

Isso não é diferente quando se fala em employer branding. Caso a empresa adote estratégias bem definidas, mas não mensura os resultados, dificilmente conquistará seus objetivos com tudo aquilo.

Antes de tirar qualquer estratégia do papel, estabeleça um plano de implementação com indicadores para acompanhamento (KPIs).

Dessa forma, será possível continuar trabalhando em tudo aquilo que está dando certo e readequar aqueles processos que não estão dando os resultados necessários.

Além disso, é preciso ter em mente que a melhoria do employer branding é um processo que dispende tempo. Os resultados dificilmente serão percebidos de uma hora para outra, portanto, é fundamental que as estratégias sejam trabalhadas de forma contínua para surtir os efeitos desejados.

Pronto! Agora você já conferiu como melhorar o ambiente de trabalho por meio do employer branding.

Colocando em prática o que foi apontado no artigo, você saberá como tornar a sua empresa um local atrativo para se trabalhar, retendo talentos e até mesmo tornando-os defensores de sua marca! Interessante, não?

Se você gostou do post de hoje e quer continuar a leitura de conteúdos relevantes como este, não deixe de conferir agora mesmo o artigo que preparamos sobre como fazer a melhor seleção de pessoas para a sua empresa!