No atual mercado, cada vez mais competitivo, utilizar metodologias eficazes de controle e avaliação dos processos é um requisito básico.

Por isso, para evitar prejuízos, otimizar os custos e avaliar as atividades do negócio, contar com o auxílio da auditoria é essencial para garantir o andamento das operações da sua empresa.

A auditoria nas empresas oferece diversos benefícios e assegura, basicamente, que o planejamento estratégico seja adequadamente seguido. Quando são identificadas inconformidades, ações são desenvolvidas para corrigir e minimizar as falhas.

Para que você saiba mais sobre o assunto, ensinaremos, no post de hoje, um passo a passo para que você realize uma auditoria em sua empresa. Continue a leitura e confira!

O que é a auditoria?

Trata-se de um ramo da ciência contábil, que registra e interpreta as ocorrências que alteram o patrimônio de uma empresa. Em síntese, a auditoria é a análise de demonstrações e registros administrativos, a fim de determinar a posição financeira da empresa e o resultado das suas operações, além da integridade de seus administradores.

Por meio dela, é possível obter um registro sistemático das atividades desenvolvidas, permitindo averiguar a veracidade e a consistência das informações, além de checar se as operações financeiras estão de acordo com os padrões contábeis e tributários.

Existem dois tipos de auditorias, a externa e a interna. A auditoria externa é terceirizada, ou seja, realizada por prestadoras de serviços que têm por objetivo atestar a legitimidade dos dados patrimoniais e financeiros no balanço da entidade.

Já a auditoria interna é aquela realizada por auditores que são colaboradores da própria empresa, e seu objetivo é verificar o nível de segurança dos processos internos, avaliando a eficiência e a eficácia do controle administrativo.

Tanto a auditoria externa quanto a interna utilizam as mesmas técnicas para realizar o trabalho, baseados na atenção da gestão interna, modificando o grau de extensão das atividades de acordo com as suas observações e trabalhos executados.

Qual a importância de realizar uma auditoria nas empresas?

A auditoria é uma ferramenta estratégica na gestão e no controle de processos dentro da empresa. Ela permite identificar potenciais eventualidades e riscos para a companhia, o que torna a empresa mais eficiente.

Seu principal objetivo é aumentar o grau de confiança dos usuários na empresa e evitar possíveis fraudes e esquemas dentro da organização, segundo a ISSAI 200 (Normas Internacionais das Entidades Fiscalizadoras Superiores).

Esse procedimento beneficia o crescimento saudável da empresa, permitindo que os colaboradores identifiquem as lacunas e realizem as devidas correções, antes que algum problema apareça. A empresa que passa pelo processo de auditoria garante um tipo de selo de qualidade, tornando-se transparente e confiável aos olhos de investidores e parceiros.

Vale ressaltar que as certificações de qualidade do mercado, como a ISO 9001, demonstra que a organização atua baseada em normas técnicas de alto nível.

Em geral, a auditoria é um importante mecanismo para melhorar a maneira como a empresa administra seu patrimônio, desenvolvendo estratégias de planejamento e otimização que proporcione segurança à empresa.

Como realizar uma auditoria?

A realização da auditoria consiste na aplicação dos conhecimentos contábeis e dos procedimentos de controle interno. É preciso estabelecer previamente o que será realizado, como e quando, objetivando a maximização dos resultados e a manutenção das metas e intenções da empresa.

É necessário seguir um regulamento para realizar a auditoria, que começa com a identificação dos procedimentos e rotinas da empresa e segue até a avaliação dos resultados e a sugestão de melhorias pelo auditor.

Pensando nisso, trouxemos um passo a passo da auditoria para que você possa realizar os procedimentos, tanto de forma interna quanto externa. Confira, a seguir, as 5 etapas existentes e sua aplicabilidade!

1. Mapeamento dos processos

Inicia-se a auditoria com a identificação de todos os processos existentes nos setores, esquematizando as tarefas e transformando-as em fluxos ou mapas, a fim de sintetizar os procedimentos para que sejam vistos de forma mais clara.

2. Identificação dos riscos

A segunda etapa é analisar cada uma das práticas registradas no mapeamento de processos, para identificar os riscos ali existentes. Para isso, é feita uma análise minuciosa das tarefas, buscando falhas e inconsistências, que estejam em desacordo com as normas-padrão.

3. Identificação do Controle Interno

Após identificar os riscos, o próximo passo é conhecer o controle interno. Ou seja, verificar quais as metodologias estão sendo utilizadas para garantir que suas atividades diárias não apresentem adversidades e decorram de acordo com o previsto.

4. Teste do Controle Interno

Depois de saber como funcionam os controles internos da empresa, é hora de a auditoria testá-los na prática. Essa etapa refere-se à análise do nível de segurança e eficiência da avaliação, apresentando as maneiras de reduzir os riscos identificados.

Caso o auditor veja que o controle interno não é eficiente, ele deve analisar os problemas e seus impactos para a empresa.

5. Análise dos Resultados

Por fim, com a técnica de auditoria, é possível obter evidência e resultados. Se as avaliações forem positivas, o responsável pela auditoria informa em seu relatório que o procedimento é eficaz, recomendando a sua manutenção.

Ao constatar erros no processo, cabe ao auditor apontar onde está o problema e informar o motivo da sua ocorrência, sugerindo meios de solucioná-los.

Importante destacar que os auditores não são fiscais, mas sim parceiros. E, ao contrário do que muitos pensam, seu principal objetivo não é buscar fraudes e irregularidades, mas acompanhar se os processos, controles e informações registradas pelas empresas que retratam a realidade. Quando as falhas são identificadas, o auditor indica o modo de saná-las, conduzindo a empresa pelo caminho mais correto a fim de atingir a eficiência.

A auditoria deve ser realizada periodicamente dentro da empresa. É necessário considerá-la como uma ação preventiva, já que seus resultados beneficiam a todos.

Portanto, é evidente que, quando executada corretamente, a auditoria é uma grande aliada, fundamental para garantir a otimização e a eficiência de uma organização. Trata-se de uma atividade que garante benefícios que impactam positivamente o desempenho da empresa, como a sustentabilidade do negócio, o aumento da lucratividade, a redução dos riscos, além de deixar os colaboradores mais seguros.

A auditoria nas empresas é um dos processos fundamentais para alcançar a excelência na gestão. A valorização dos seus colaboradores é outra medida de suma importância. E o que sua empresa tem feito em termos de política de RH? Entre em contato conosco e conheça nossas soluções.