A baixa produtividade no trabalho é um problema que pode afetar negócios de todos os tamanhos e áreas de atuação, trazendo consequências negativas aos resultados da empresa e, consequentemente, ao seu orçamento. Contudo, essa é uma situação que felizmente pode ser revertida quando se pensa de forma estratégica.

Para ajudá-lo a entender melhor o assunto, preparamos este post sobre os principais agentes causadores da baixa produtividade no trabalho e o que pode ser feito para motivar os trabalhadores. Vamos lá?

Quais fatores podem causar baixa produtividade no trabalho?

Comunicação falha

Uma comunicação interna falha e cheia de ruídos pode ser uma das principais causas do baixo rendimento no trabalho.

Essa é uma questão muito importante e que precisa ser observada de perto pelos gestores — eles devem se certificar de que, ao delegar funções e tarefas, os colaboradores entendam exatamente o que precisa ser feito, de que maneira e para quando. Lembre-se de que funcionários confusos em relação às suas tarefas tendem a produzir menos e correr maiores riscos de retrabalhos.

Além disso, os gestores devem permitir que os colaboradores saibam se estão fazendo o seu trabalho da melhor forma possível ou se devem melhorar em alguns aspectos. Isso acontece quando feedbacks acertados são passados na frequência adequada. Não pense que é preciso esperar as reuniões semestrais ou anuais para esse fim.

Insatisfação

Funcionários satisfeitos com suas funções tendem a realizar entregas eficientes e de qualidade, enquanto aqueles insatisfeitos trabalham em ritmos mais lentos, ocasionando a baixa produtividade nas tarefas.

Os motivos da insatisfação podem ser muitos: às vezes, o funcionário se sente desvalorizado. Em outros casos, a ausência de feedbacks e de diálogos claros por parte dos gestores, como vimos acima, é a principal causa dessa sensação. Há também as complicações não resolvidas com colegas de trabalho, a falta de perspectiva e diversas outras razões.

Falta de incentivo

Um salário adequado é um dos principais elementos de incentivo para um trabalhador. Entretanto, é preciso entender que ele não é o único. Existem outros modos eficientes de reconhecer e incentivar um colaborador, como veremos adiante, fazendo com que ele execute suas funções com mais disposição.

Se a sua empresa já oferece incentivos para os colaboradores, mas, ainda assim, lida com a baixa produtividade no trabalho, pode ser que eles não sejam muito atrativos. Sendo assim, é fundamental coletar essas informações dos próprios times e traçar novas estratégias.

Como reverter a situação?

Como você viu, diversos fatores podem implicar na baixa produtividade no trabalho por parte dos colaboradores. Por mais que, obviamente, nem todo mundo consiga estar bem e 100% focado todos os dias, é fato que grande parte dos motivos que causam esse problema está relacionado a coisas que acontecem na empresa.

A boa notícia é que é possível reverter a queda do rendimento por meio de uma estratégia comprovadamente eficaz. Quando a organização percebe que pode proporcionar um ambiente de trabalho que estimule e incentive o funcionário a dar sempre o seu melhor, seus resultados se tornam melhores. Entenda:

Motivação e produtividade

A motivação afeta diretamente o desempenho, assim como a sua falta gera resultados negativos. Tenha em mente que as entregas de tarefas só serão feitas com toda a sua eficiência e qualidade se os times de trabalho realmente se esforçarem para tanto. Quando incentivados, por outro lado, os funcionários são capazes até mesmo de superar as expectativas da empresa.

Agora, você deve estar se perguntando sobre qual é a melhor forma de incentivar colaboradores, correto? Um equívoco comum, nesse momento, é pensar que bonificações em dinheiro vão fazer com que um colaborador entregue um serviço para o qual ele não está disposto a dar o seu melhor. Grande parte das vezes, esse dinheiro será utilizado pelo funcionário sem que ele próprio ao menos perceba.

Isso quer dizer que, muito mais que criar planos para aumentar a produtividade, é preciso redobrar a atenção em relação a fatores extremamente importantes e que não podem ser deixados de lado quando o assunto é motivação, como a saúde e o bem-estar do colaborador.

Oferta de benefícios

Entre as ferramentas utilizadas para promover a motivação dos colabores e aumentar o rendimento, nenhuma é mais eficiente que o oferecimento de benefícios que tornem o trabalho mais recompensante e até mesmo prazeroso.

Outra vantagem dessa estratégia é que os benefícios focam diretamente na saúde e no bem-estar do trabalhador, fornecendo a ele mais comodidade, praticidade e qualidade de vida. Com isso, a produtividade aumenta, os talentos são mantidos dentro da empresa e os números de faltas, atrasos e acidentes diminuem.

A seguir, separamos alguns dos melhores benefícios para integrar a sua estratégia:

Vale-refeição

O vale-refeição é um benefício em forma de cartão magnético que tem como objetivo garantir o acesso do trabalhador a uma alimentação de qualidade, permitindo que ele faça suas refeições diárias (café da manhã, almoço, lanches e jantar) em restaurantes, padarias, lanchonetes, entre outros.

Dessa forma, o funcionário pode consumir aquilo que ele deseja e nos estabelecimentos de sua preferência — inclusive, naqueles próximos à empresa. Tudo isso com bastante conforto e praticidade, sem precisar se preocupar com pagamentos em dinheiro.

Vale-alimentação

O vale-alimentação é outro benefício que visa a promoção de uma alimentação saudável e de qualidade, surgindo como um substituto mais prático das cestas básicas, uma vez que é entregue também em forma de cartão magnético. Com ele, o funcionário pode fazer compras de gênero alimentício em supermercados e demais estabelecimentos cadastrados pela operadora.

O colaborador pode, inclusive, fazer as compras do mês para sua casa com o cartão, adquirindo tudo aquilo que ele e sua família vão consumir durante esse período.

Entre outros, podemos ainda destacar os seguintes benefícios:

  • Vale-Cultura;

  • VR Auto;

  • VR Natal.

Viu só como existe uma relação entre a motivação dos funcionários e a produtividade no trabalho? Se os resultados de sua empresa não estão atingindo os níveis desejados, tanto de qualidade, quanto de quantidade, pode ser que os colaboradores não estejam se sentindo incentivados e engajados. Sendo assim, considere as dicas do post e ofereça benefícios empresariais como estratégia para reverter a situação.

Gostou deste conteúdo e quer entender ainda mais sobre a relação entre benefícios e produtividade? Então, acesse o link e aproveite para ler o nosso outro post sobre o assunto!