Desde que o capital humano começou a ganhar destaque como um recurso essencial para o aumento da produtividade das empresas, várias estratégias têm sido utilizadas para manter as equipes motivadas.

Uma dessas estratégias é a concessão de benefícios. Cada vez mais, as organizações percebem o quanto investir em benefícios pode ser decisivo para o sucesso.

Os benefícios representam uma forma de atrair e reter talentos, e tornam-se cada vez mais importantes com a chegada de novas gerações no mercado de trabalho.

Afinal, anteriormente se valorizava muito a segurança e a estabilidade no emprego. No entanto, os mais jovens buscam qualidade de vida, oportunidades de desenvolvimento profissional e dão muito mais valor ao portfólio de benefícios de uma empresa do que à remuneração que ela oferece.

Decidir quais benefícios oferecer se tornou uma questão crucial para os gestores. Para ajudar com esse desafio, vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre benefícios empresariais e como utilizá-los da maneira mais adequada para alcançar o sucesso do seu negócio.

O uso de benefícios empresariais

O uso de benefícios empresariais tem como objetivo principal engajar os funcionários, de forma que eles se sintam motivados para demonstrar o seu potencial nas tarefas cotidianas e a permanecer na empresa.

É uma forma de atrair e reter talentos, já que as pessoas estão cada dia mais interessadas em saber o que a empresa oferece além do salário. Profissionais mais qualificados precisam se sentir valorizados pela empresa para explorar seus talentos, o que resulta em maior produtividade.

Assim, o portfólio de benefícios oferecido por uma organização é determinante para a escolha dos candidatos, pois muitos deles (na maioria das vezes, os melhores) dão preferência às empresas que oferecem mais benefícios a outras que dispõem apenas de uma pequena diferença salarial como vantagem.  

Além disso, em um período de crise econômica, é mais prudente manter e desenvolver a equipe, reduzindo gastos com processo seletivo e rescisões trabalhistas.

Por isso, as empresas investem cada vez mais em benefícios diferenciados, como viagens, horário flexível, bolsas de estudos, descontos, entre outros. Mas, é preciso saber diferenciar os benefícios opcionais daqueles que são obrigatórios por lei. É o que vamos falar agora.

O que diz a lei sobre os benefícios empresariais

Se a sua empresa adota o regime celetista, é fundamental saber quais são os benefícios obrigatórios, de acordo com a legislação, a fim de evitar problemas com a justiça trabalhista. Nesse caso, a principal lei a se considerar é a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

De acordo com ela, são obrigatórios:

Explicaremos um pouco mais sobre cada um deles, para que você entenda como concedê-los da forma correta.

Vale-transporte

O empregador deve antecipar o valor gasto com o deslocamento entre a residência do funcionário até o local de trabalho e vice-versa. A empresa pode descontar na folha de pagamento até o limite de 6%. Se o valor gasto ultrapassar esse limite, deve ser coberto pela empresa.

Férias Remuneradas

A cada 12 meses trabalhados, o funcionário tem o direito de ter 30 dias de férias remuneradas. Nesse período, ele receberá um acréscimo de 1/3 em seu salário. O empregador não pode descontar ausências do funcionário em seu período de férias.

13º Salário

O tão aguardado 13º salário representa um salário adicional recebido uma vez ao ano. Normalmente, ele é pago em dezembro. Em algumas empresas, é dividido em duas parcelas, uma em novembro e outra em dezembro. É importante ressaltar que esse valor é proporcional nos casos em que o funcionário foi contratado ao longo do ano. Ou seja, no primeiro ano de trabalho, ele receberá proporcional, mas a partir do segundo ano, o trabalhador receberá o valor integral normalmente.

FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é um depósito mensal, feito pelo empregador, em uma conta aberta na Caixa Econômica Federal, em nome do funcionário e que corresponde a 8% do salário dele.

O FGTS é conhecido como uma poupança forçada, já que o trabalhador não pode sacar esse dinheiro por qualquer motivo. Normalmente, esse saque pode ser feito em caso de demissão sem justa causa, término de contrato por tempo determinado, em alguns casos de doenças terminais ou quando o governo determina, geralmente como uma medida para aquecer a economia.

Também é possível utilizar o FGTS quando o trabalhador vai comprar o seu imóvel ou quiser descontar o valor nas parcelas do financiamento habitacional.

Alguns outros benefícios podem ser obrigatórios em certos casos, quando forem aprovados em Convenções Coletivas de Trabalho. Um exemplo disso é o auxílio-creche, que é obrigatório para empresas com mais de 30 funcionários.

Benefícios motivacionais

Normalmente, os aspectos que motivam as pessoas no trabalho circulam em torno de quatro grandes fatores:

  • dinheiro — estão mais interessadas em recompensas monetárias;

  • segurança — característica das gerações mais antigas, se preocupam com a estabilidade do emprego e com o ambiente de trabalho;

  • aprendizado — pessoas que buscam um desenvolvimento proporcionado por acesso a cursos, treinamentos, bolsas de estudos, entre outros;

  • reconhecimento — essas pessoas querem crescer na carreira, valorizam promoções, elogios, e outros tipos de reconhecimento.

Para que os benefícios sejam utilizados como fatores motivacionais, é preciso estar atento aos anseios e objetivos dos funcionários, entendendo em quais perfis eles se encaixam. Isso varia muito de acordo com a faixa etária, o estado civil, a composição familiar, o momento da vida dessas pessoas.

Por exemplo, se você deseja atrair universitários para compor o quadro de funcionários da sua empresa, você terá mais sucesso se oferecer bolsa de estudos, cursos de idiomas, vale-refeição, descontos em academias, vale-cultura, entre outros benefícios mais direcionados aos interesses desse grupo.

Mas se a maioria dos funcionários já têm família e filhos, eles vão se interessar mais em planos de saúde, vale-alimentação, e outros benefícios que sejam extensivos à família.

Para fazer um levantamento do que realmente motiva os funcionários, é recomendado fazer reuniões e pesquisas de satisfação em que eles possam se manifestar sobre esse assunto. Assim, será mais fácil definir quais benefícios trarão mais retornos relacionados à motivação das pessoas e à produtividade da empresa.

Benefícios empresariais como diferencial competitivo

Até aqui, você entendeu que investir em benefícios empresariais é uma forma de motivar a equipe, manter e reter talentos. Mas, você deve estar se perguntando: o que isso traz de diferencial para a empresa?

A resposta é simples. Trata-se de um ciclo: profissionais mais motivados e engajados se esforçam mais para produzir e faltam menos ao trabalho. Isso aumenta a produtividade, potencializa a inovação, reduz custos e rotatividade.

A partir do momento em que a equipe trabalha motivada, as avaliações em relação ao ambiente da empresa melhoram. Isso transmite uma boa imagem da empresa perante clientes, fornecedores e outros parceiros.

Com uma boa imagem da organização construída, será mais fácil atrair novos talentos, que vão preferir a sua empresa à concorrência. Assim, investir cada vez mais em benefícios empresariais dá início a um ciclo que leva sua empresa a alcançar e ampliar o sucesso. Vamos explicar agora quais são os benefícios mais utilizados pelas empresas atualmente. Continue a leitura!

Os principais benefícios oferecidos na atualidade

Antes, as companhias tentavam se diferenciar e atrair talentos se baseando em salários superiores. Entretanto, atualmente, os benefícios se tornaram o destaque principal. Assim, a maioria das empresas já costuma oferecer certos benefícios que se tornaram básicos. Vamos citar e esclarecer alguns deles.

Planos de saúde

Os planos de saúde são os mais cobiçados entre os funcionários brasileiros, uma vez que é muito difícil ficar a mercê dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) e o plano de saúde particular fica muito caro para o trabalhador.

Além disso, a grande vantagem do plano de saúde é que ele pode ser extensivo aos dependentes, beneficiando não só o funcionário como também sua família. De acordo com os recursos, a empresa pode escolher entre pagar o valor total do plano ou a coparticipação, em que as custas são divididas com o funcionário.

No entanto, é sempre recomendado ter esse benefício, pois ele representa um grande diferencial para a satisfação e qualidade de vida dos colaboradores.

Vale alimentação

Outro benefício muito procurado na carteira de uma organização é o vale alimentação. Ele veio para substituir a cesta básica e desde o início foi muito bem-aceito, já que assim o trabalhador recebe um cartão para utilizar em supermercados e padarias, podendo escolher os itens que mais deseja não só para ele, como também para a sua família.

Vale refeição

O vale refeição pode ser utilizado em restaurantes e lanchonetes. Com ele, o profissional não precisa ficar carregando a marmita e pode almoçar e lanchar próximo a sua empresa, mantendo uma alimentação balanceada e saudável.

Os benefícios do vale alimentação e do vale refeição são muitos, entre eles podemos citar a comodidade, a qualidade de vida e a liberdade de escolher aquilo que deseja comer. Por isso, eles costumam ser determinantes para a escolha de um trabalhador em relação a empresa que ele deseja trabalhar.

Plano odontológico

Esse também é um benefício interessante, já que tratamentos dentários costumam ser caros e pesar no bolso dos funcionários. Os planos odontológicos normalmente são fornecidos junto com os planos de saúde, pois assim fica mais barato para o empregador adquirir os dois.

Previdência privada

Atualmente, os trabalhadores estão preocupados com a aposentadoria, já que a previdência pública não oferece muitas perspectivas. Assim, a previdência privada é uma alternativa para garantir certa estabilidade com uma aposentadoria digna.

Essa é uma forma complementar a previdência pública. A vantagem dessa opção é que a pessoa pode contribuir com o valor que desejar e se desistir do plano, pode resgatar o dinheiro depositado.

Seguro de vida

Algumas empresas costumam oferecer o seguro de vida como mais um benefício para integrar o portfólio. Ele garante uma proteção financeira para sua família em caso de falecimento e também pode ser utilizado em caso de doenças graves e invalidez permanente.

Auxílio-creche

As empresas com uma maioria de funcionárias mulheres têm no auxílio-creche um benefício diferencial. Assim, as mulheres não precisam largar seus empregos devido à maternidade. Algumas empresas maiores oferecem a creche dentro de suas próprias instalações, proporcionando à mulher a oportunidade de trabalhar com mais tranquilidade e até amamentar nos intervalos.

Auxílio combustível

Em muitos casos, utilizar o transporte coletivo para se locomover ao trabalho não é o meio mais adequado. Por isso, muitas pessoas preferem utilizar o veículo próprio. Para que elas não se sintam prejudicadas, a empresa pode oferecer o auxílio combustível para cobrir os gastos com o transporte até a empresa. Isso é muito utilizado também em casos de consultores externos, que precisam utilizar o carro em suas atividades.  

Bolsas de estudos

Esse benefício confere às empresas diversas possibilidades, desde oferecer reembolso parcial ou total das mensalidades das faculdades, até cursos de pós-graduação e cursos profissionalizantes direcionados à atuação do trabalhador. É importante para o desenvolvimento do profissional, como também proporciona à empresa funcionários mais competentes e preparados.

Cursos de idiomas

Com a necessidade de lidar com uma economia globalizada, oferecer cursos de idiomas é um diferencial. Assim, esse funcionário poderá auxiliar em negociações com profissionais de outros países, facilitando assim a expansão da empresa, bem como ampliar seus canais de informação e aquisição de conhecimento.

Participação nos Lucros

Além de uma retribuição pela dedicação da equipe, a participação nos lucros e resultados (PLR) gera senso de participação e incentiva os funcionários para que continuem se esforçando. A PLR pode ser distribuída de uma a duas vezes por ano e tem sido cada vez mais procurada pelos (bons) candidatos que buscam um novo emprego.

Benefícios diferenciados

Além dos benefícios previstos em lei e desses que citamos, que são mais comuns de serem oferecidos pelas empresas, algumas vantagens diferenciadas ganham cada vez mais a atenção de muitos trabalhadores. Essas inovações na administração de empresas foram introduzidas pelas gigantes Google e Facebook. Posteriormente, essas práticas foram copiadas nos mais diversos segmentos.

Esses benefícios são voltados a promover um alto comprometimento da equipe, ao mostrar que a organização se preocupa com a qualidade de vida e o lazer do trabalhador.

Assim, podemos citar os seguintes benefícios diferenciados:

Geladeira aberta

Muito utilizada em startups e empresas de tecnologia, a “geladeira aberta” oferece aos funcionários a possibilidade de usufruir de lanches, refrigerantes e guloseimas durante a jornada de trabalho.

Horário flexível

As empresas que praticam esse benefício também costumam adotar a jornada flexível, em que os funcionários não têm horários rígidos de trabalho. Eles são avaliados pelas suas entregas e não pelo tempo que ficam dentro da empresa.

Equipamentos

Pode não parecer, mas oferecer equipamentos, mesmo que seja por empréstimo, é um benefício muito atrativo. Algumas empresas oferecem o veículo, o notebook e o celular, além do cartão de crédito corporativo. Também é interessante contar com a possibilidade de sortear esses aparatos em brindes e prêmios por metas alcançadas.

Descontos

Esse benefício tem se tornado muito comum em empresas de todos os tipos, já que parte de uma negociação de parceria entre empresas e não representa um desembolso de capital. Os descontos podem ser em mensalidades de academias, salões de beleza, produtos e serviços da própria empresa.

Os descontos em academias são muito procurados e valorizados, pois proporcionam qualidade de vida e mais disposição. Em relação aos produtos e serviços da empresa, o funcionário se torna um promotor da marca, divulgando a empresa para seus amigos, familiares e nas redes sociais.

Espaços de relaxamento e lazer

Os espaços de relaxamento e lazer também representam um diferencial e não são tão difíceis de montar. Mesmo em empresas menores, destinar um local com pufes e sofás pode motivar muita gente. Esses espaços proporcionam integração e relaxamento, fazendo com que as equipes trabalhem de forma mais cooperativa, criativa e com mais disposição.

Espaço maternidade

A experiência de voltar da maternidade pode ser menos impactante se você reservar um espaço para que as novas mamães possam receber e amamentar seus filhos nos intervalos do trabalho. Além disso, ela poderá retirar e armazenar o leite para evitar as dores nas mamas.

Ginástica laboral e massagens

Principalmente em organizações com departamentos em que a atividade é muito repetitiva, uma saída para evitar as dores musculares e nas articulações é promover a postura e a ergonomia corretas, oferecendo um tempo para as ginásticas laborais e massagens. As massagens podem ter um valor residual cobrado do funcionário, a fim de pagar o profissional especializado. Mas receber uma massagem em plena jornada de trabalho também proporciona grande benefício para a saúde dos colaboradores.

Esses benefícios são vistos como dupla vantagem. Se, por um lado, ajudam no relaxamento do funcionário, de outro lado minimizam as faltas por licença médica e afastamentos.

Vale cultura

Uma forma interessante de motivar os funcionários é fornecendo o vale-cultura. Trata-se de um cartão, que é recarregado mensalmente, geralmente com o valor de R$ 50,00. Ele pode ser utilizado para comprar ingressos de shows, teatros, cinemas, festivais, e ainda livros, revistas, entre outros produtos.

Home office

Com as novas tecnologias, as formas de trabalho estão se modificando. Uma consequência disso é o Home Office, ou trabalho remoto, em que o funcionário pode trabalhar em sua casa ou em um espaço de co-working. Assim, a pessoa pode participar de reuniões e fazer o seu próprio horário sem precisar de se deslocar até a empresa. Essa tendência tem crescido muito nos últimos anos e vêm conquistando muitas pessoas. Ao oferecer essa flexibilidade, a empresa favorece o nível de satisfação dos funcionários no trabalho, o que gera mais produtividade e redução de custos.

Outros benefícios, não tão frequentes assim, são os empréstimos descontados em folha de pagamento, a licença maternidade e paternidade estendida, bem como a assistência psicológica e jurídica.

Os programas de incentivos

Os programas de incentivos são sistemas de metas e recompensas, em que os trabalhadores são retribuídos de acordo com os resultados individuais e coletivos alcançados.

Essas recompensas podem ser uma combinação de alguns dos benefícios que citamos ao longo desse conteúdo. Uma forma de colocar esses programas em prática é adotando a metodologia OKR, que se baseia na medição de indicadores específicos com o fim de alcançar determinados resultados, auxiliando a empresa a crescer rapidamente.

Os programas de incentivo têm sido muito utilizados por diversas empresas de todos os tamanhos para aumentar a produtividade e manter uma equipe mais motivada e engajada.

As vantagens da oferta de benefícios empresariais

Ao longo desse texto, você entendeu o quanto os benefícios empresariais são importantes para aumentar a produtividade, reduzir custos da empresa, atrair e reter talentos e manter a equipe motivada.

Além de todas essas vantagens citadas, é importante ressaltar que é mais barato investir em benefícios do que aumentar o salário ou pagar retribuições em dinheiro. Além disso, pagar benefícios em dinheiro acarreta maiores encargos e pode trazer até mesmo problemas com a Justiça do Trabalho.

Por isso, ao planejar sua política de benefícios empresariais, conte com uma empresa especializada para gerenciá-los.

Como gerenciar benefícios

Nem sempre é fácil gerenciar benefícios. Além de demandar tempo, são muitas variáveis que devem ser consideradas. Por isso as empresas especializadas podem ajudá-lo a com essas tarefas, oferecendo produtos e serviços de qualidade para fazer da sua empresa uma referência no mercado.

Com esse conteúdo, você pôde perceber a importância em oferecer benefícios para seus funcionários e como isso pode ser um fator estratégico para o crescimento do seu negócio e ainda garantir o bem-estar de seus funcionários. É possível fazer diversas combinações, como um pacote de vantagens obrigatórias e benefícios extras, que têm bastante procura entre os funcionários. Dessa forma, pode-se até mesmo recorrer a um programa de incentivos, atrelando a concessão de benefícios às metas individuais e coletivas.  

Agora que você já entendeu tudo o que precisava para utilizar benefícios como um diferencial, que tal começar a planejar seu portfólio para oferecer uma política de benefícios sólida e atrativa a seus funcionários. Certamente, sua empresa vai colher bons frutos dessa escolha no futuro.

Após aprender mais sobre os benefícios empresariais, continue tendo acesso a conteúdos especializados e atuais, que podem ajudá-lo a encontrar os melhores caminhos e a obter os melhores resultados para o seu negócio. Para isso, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba em primeira mão as nossas atualizações.