Desde que a pandemia do novo coronavírus foi declarada, muitas medidas para conter o avanço do vírus vêm sendo adotadas, sendo a principal delas a quarentena. Diante desse cenário de isolamento social, o comércio fechou as portas e a economia entrou em declínio. E para sobreviver em meio a essa crise, muitos empreendedores, especialmente os do ramo alimentício, decidiram começar o delivery. 

No entanto, é fundamental estar bem preparado antes de oferecer o serviço de entrega em domicílio, já que uma logística mal organizada pode acabar causando justamente o efeito contrário, ou seja, gerando prejuízo em vez de lucro. Pensando nisso, reunimos neste post algumas dicas para ajudá-lo a começar um delivery de sucesso! Vamos lá?

1. Organize-se bem para começar o delivery

O planejamento e a organização são fundamentais para o sucesso de qualquer empreitada, e isso não poderia ser diferente quando o assunto é começar o delivery no seu negócio, não é mesmo? Primeiramente, avalie o impacto que o serviço terá em sua estrutura.

Para isso, coloque tudo na ponta do lápis. Liste os gastos que já tem para manter o negócio funcionando e adicione, em seguida, todos os possíveis custos que terá para implementar o delivery, como logística, compra de embalagens etc. Dessa forma, você pode se preparar para adotar o serviço sem comprometer o orçamento do seu estabelecimento.

2. Defina a logística do delivery

Ter a logística do delivery bem definida é outro passo crucial que definirá o sucesso da estratégia. Nessa etapa, alguns pontos devem ser considerados. Acompanhe! 

Quadro de funcionários

Você precisará elencar um funcionário (ou mais, a depender do volume de clientes) para atender todos os telefonemas, cadastrar os clientes no sistema, registrar os pedidos e organizar as logísticas das entregas. É importante, para essa função, escolher um colaborador organizado e atento aos detalhes.

Além dessa função, será necessário dividir as equipes dentro da cozinha para lidar com as demandas, de modo a evitar atrasos no preparo dos pratos. Por isso mesmo, é imprescindível investir no treinamento dos times, garantindo a eficiência das operações.

Motoboys

São eles os responsáveis por entregar as refeições aos clientes. Aqui, você tem a opção de contratar uma frota particular para o seu estabelecimento ou optar pelos serviços de uma empresa terceirizada — opção bastante procurada pelos negócios atualmente.

Aplicativos de delivery

Não existe uma única forma de executar o serviço de entregas em domicílio, especialmente com o boom dos aplicativos de delivery — como iFood, UberEats, entre outros. Essas ferramentas, que estão em alta no Brasil e no mundo, são verdadeiras vitrines para os negócios, ampliando o alcance de suas ofertas.

Por isso mesmo, optar por também trabalhar com elas é uma excelente alternativa. Além de potencializar as vendas, elas eliminam a preocupação com a logística de entregas, já que essa operação é planejada e conduzida pelas próprias ferramentas.

3. Tenha as embalagens certas para cada tipo de alimento

São dois os pilares do delivery de sucesso: a agilidade nas entregas e a qualidade dos alimentos ao chegarem na casa do cliente. Por isso mesmo, além de organizar o trabalho na cozinha e ter um bom serviço de motoboys, como mencionamos anteriormente, é preciso trabalhar com embalagens apropriadas para cada tipo de alimento.

Para que as refeições permaneçam preservadas no trajeto entre o estabelecimento e o destino, elas devem ser enviadas em recipientes que conservem a temperatura, a integridade dos ingredientes e a aparência do alimento. Sendo assim, pesquise bastante sobre os materiais disponíveis no mercado para fazer a escolha mais alinhada a sua oferta.

Lembre-se de que não há nada pior do que esperar por um prato e acabar recebendo-o frio e/ou todo desmontado. Caso não ofereça uma boa experiência ao consumidor em todos os sentidos, seu estabelecimento corre o risco de receber críticas negativas na internet e perde a oportunidade de fidelizar clientes.

4. Ofereça opções de pagamento variadas

Uma dica relevante para começar o delivery é ampliar as opções de pagamento em seu estabelecimento. Isso deixa o serviço de entregas ainda mais atrativo para o público — que poderá não só receber os alimentos no conforto de casa, como também pagar por eles da forma desejada. Pense: você não gostaria de perder uma venda porque o cliente não tem a quantia em dinheiro suficiente ou porque seu cartão não é aceito pelo restaurante, não é mesmo?

Considere, também, que cada vez mais empresas vêm ofertando benefícios como ovale-refeição para os seus colaboradores, e passar a aceitá-los é um excelente diferencial competitivo para seu negócio! O melhor de tudo é que a maioria das maquininhas disponíveis no mercado pode ser configurada para executar esse tipo de pagamento de maneira simples e prática.

5. Divulgue o novo serviço para o público

Quando já estiver tudo certo para começar o delivery, é chegada a hora de divulgar o novo serviço para o público! Aqui, é interessante montar estratégias com foco nas redes sociais do seu estabelecimento — alternativa que não acarreta gastos, porém é muito eficaz para o negócio.

Ao anunciar o delivery, deixe bem claras todas as informações de contato, condições de entrega (taxas, regiões, valores mínimos para pedido etc.), horários de funcionamento e, é claro, preços. Além disso, uma ideia é fazer promoções de estreia (como entrega grátis, desconto no primeiro pedido ou bebida ou sobremesa de graça) para captar mais clientes e definir ações ao longo da operação continuar despertando a atenção do público.

No post de hoje, você pôde conferir os principais elementos que devem ser avaliados para começar o delivery da forma mais organizada possível em seu estabelecimento. Lembre-se de que praticidade e comodidade são palavras de ordem nos dias de hoje, portanto, deixar de oferecer essas vantagens ao público significa estar um passo atrás da concorrência — cada vez mais acirrada. Sendo assim, siga nossas dicas, prepare sua equipe e impulsione as vendas do seu negócio!

Gostou do conteúdo? Então, curta as páginas da VR Benefícios nas redes sociais e continue por dentro de todas as nossas novidades. Estamos no Facebook, YouTube, Instagram LinkedIn e Twitter!