Você já sabe como administrar um restaurante de sucesso? Conseguir levar à frente um negócio bem-sucedido no segmento de alimentação não é uma tarefa impossível, mas certamente requer muito empenho por parte dos empreendedores e envolvidos.

Para isso, não há uma receita pronta ou um segredo para o êxito, contudo, existem alguns passos fundamentais a serem seguidos por quem quer tocar o negócio do melhor modo possível.

É pensando nisso que, no artigo de hoje, preparamos um guia prático sobre como administrar um restaurante de forma eficaz. Primeiramente, você vai entender como anda o mercado de restaurantes e como abrir um estabelecimento é muito mais que escolher um ponto comercial. Em seguida, mostraremos quais passos devem ser percorridos para que os objetivos do empreendimento sejam alcançados. Vamos lá?

Como anda o mercado de restaurantes

Muito vem sendo falado, nos últimos anos, sobre o cenário de instabilidade econômica que afeta o país. Embora isso seja um fato, em contrapartida, é possível afirmar que o mercado de bares e restaurantes é um segmento que, atualmente, se encontra em expansão.

Embora tenha sido afetado fortemente nos anos de 2015 e 2016, setor começou a se reerguer no segundo semestre de 2017, de acordo o com presidente-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci. O avanço foi impulsionado pelo desempenho da economia, mudanças na legislação trabalhista, entre outros fatores.

A expansão do Food Service

Há também o segmento de alimentação fora do lar — também denominado de Food Service —, a qual pertencem os restaurantes, bares, lanchonetes e demais estabelecimentos. Ele é responsável, atualmente, por 2,4% do PIB nacional, um número que se encontra em ascensão, uma vez que os hábito de comer fora de casa é crescente e corresponde à aproximadamente 20% dos gastos do brasileiro com alimentos.

É justamente esse aquecimento do setor que vem favorecendo o surgimento de novos negócios na área — tanto de pequeno como de médio e grande parte — e a ampliação das redes já existentes. Com isso, é possível afirmar que o momento é, sim, propício para a inserção de um restaurante no mercado, desde que os gestores saibam como administrar bem o empreendimento.

É preciso ter em mente que esse crescimento evidenciou ainda mais a demanda por serviços avançados e eficientes, tanto para atender às necessidades do consumidor, quanto para melhorar o atendimento e otimizar a gestão em busca por resultados positivos. Para entender melhor sobre o que estamos falando, continue a leitura do próximo tópico!

Abrir um restaurante é muito mais do que escolher um ponto comercial

Se o cenário está propício para a criação de um restaurante, basta escolher um bom ponto comercial, oferecer uma comida de qualidade e um atendimento de primeira — o sucesso, dessa forma, está garantido, não é mesmo? Bom, saiba que a resposta correta aqui não é bem assim.

Para que qualquer negócio prospere, independentemente de seu tamanho ou setor de atuação, é essencial contar com o planejamento adequado, e isso não poderia ser diferente para um restaurante. Como mencionamos, o crescimento do setor de Food Service trouxe à tona também a exigência do consumidor atual.

Caso esse aspecto não seja tratado com relevância, é possível que o negócio se encaixe nos 35% estabelecimentos que encerraram suas atividades com menos de 1 ano.

Há também que se preocupar com a gestão do negócio, afinal, uma boa administração pode ser a diferença entre fechar as portas e lucrar. Saber como administrar um restaurante é, então, crucial para garantir o sucesso do negócio, exigindo bastante conhecimento, foco e disciplina. Assim, será possível aprimorar a sua prestação de serviços e destacar o estabelecimento no mercado, por mais que exista muita concorrência. ​

Então, como ter sucesso em minha administração?

Sabemos que a vida de um gestor não é nada fácil. São vários os aspectos que precisam ser cuidados para que um negócio prospere: mão de obra, serviço, atendimento, relacionamento com o cliente, gestão financeira, marketing, concorrência são apenas alguns exemplos.

Gerir um restaurante é, portanto, uma missão que exige muito do profissional. Conhecer a importância de oferecer uma boa administração é fundamental, assim como aprimorar cada vez mais os aspectos envolvidos para que o estabelecimento possa se manter funcionando da melhor forma possível. ​

Se você já está pensando que a administração de um restaurante é um bicho de sete cabeças, não se preocupe. A realidade não precisa ser essa, sobretudo quando se coloca em prática dicas como as que reunimos a seguir. Acompanhe o passo a passo para administrar um restaurante de sucesso:

1. Empenhe-se em um planejamento

Todo e qualquer negócio deve começar com um bom planejamento. Trata-se de uma etapa crucial para o desenvolvimento de um empreendimento, afinal, é nela que você definirá o que será servido no restaurante, investigará para quem você vai vender, quem é o seu público-alvo — definir quem frequenta o seu estabelecimento é determinante para os planos futuros — e demais fatores importantes.

Além disso, é também durante esse momento que serão apontadas as principais estratégias para que o negócio se destaque na concorrência, garantindo uma boa rentabilidade. Mas como ter a certeza de que todos os pontos necessários serão levantados nessa etapa? Abaixo, vamos explicar as principais bases de um bom planejamento.

Aposte nas pesquisas

O planejamento se inicia com muita pesquisa. Aqui, não é hora de ser prático, curto e objetivo. É hora de se empenhar e identificar os caminhos que facilitarão a abertura e o bom funcionamento do seu negócio. Se você ainda não tem em mente o seu público-alvo, por exemplo, trata-se do momento ideal de promover pesquisas que tracem o perfil das pessoas que você quer atingir — jovens, casais, famílias, executivos, etc.

Caso ainda também não tenha chegado em um consenso sobre qual tipo de comida servir no restaurante, é possível fazer uma pesquisa tendo em base o seu público-alvo e a localização do estabelecimento — ponto que abordaremos a seguir. Tendo em mãos os dados coletados, as chances de acertar em suas decisões são maiores.

Escolha o local onde o estabelecimento funcionará

A localização de um restaurante diz muito sobre o estabelecimento, seu funcionamento e seu público-alvo. É por esse motivo que redobrar a atenção quanto a esse fator é fundamental, já que pode influenciar diretamente em sua demanda.

Vamos supor que você está planejando abrir um restaurante que tem como público-alvo pessoas com um bom poder aquisitivo. Será que escolher como localização um bairro com problemas de acesso, segurança e infraestrutura é ideal?

Agora, imagine que o seu estabelecimento seja voltado para os jovens. Será que eles se interessariam em conhecer o negócio caso ele estivesse instalado em um bairro afastado e sem movimento? A resposta para as duas perguntas é a mesma: muito provavelmente, não!

Dessa forma, o recomendado é que você pesquise bastante sobre a região na qual deseja instalar o seu negócio, analisando também os seus arredores. Verifique a existência de concorrência, universidades, escolas, comércio variado, entre outros. ​

Avalie se o negócio está alinhado a seu público-alvo

Depois de definir o seu público-alvo, o tipo de comida que servirá e a localização do restaurante, é necessário verificar se todos esses aspectos estão alinhados. Isso porque, quando um desses elementos está em desacordo, pode acabar proporcionando resultados negativos e indesejáveis. Mas como checar se esse é o caso?

Primeiramente, veja se o seu produto condiz com o objetivo do restaurante. Depois, verifique se esse conjunto corresponde ao perfil de público-alvo que você traçou.

Aqui, vamos supor que o seu estabelecimento esteja voltado para famílias e os pratos oferecidos são variados, mas o ambiente não tem um espaço para os pequenos. Não faz muito sentido, uma vez que quem sai com crianças geralmente opta por locais nos quais seja possível proporcionar também entretenimento à criança.

Avaliar se o objetivo do negócio está alinhado com o público-alvo significa ter a certeza de que o público estará sintonizado com o seu serviço e que você será capaz de oferecer ao cliente aquilo que ele espera, fazendo com que ele leve isso em conta logo que pensar em comer fora de casa.

2. Monte uma equipe qualificada e valorize os funcionários

Para fornecer refeições de qualidade e um atendimento de primeira, é preciso saber escolher bem os colaboradores que contratará. Montar uma boa equipe é um dos passos mais fundamentais para que o funcionamento do restaurante seja de alto nível e conquiste os clientes, em outras palavras, os trabalhadores que você trará para o empreendimento serão uns dos pilares para o seu sucesso.

Certifique-se de que os profissionais estejam alinhados com o objetivo e com os valores do seu negócio, verificando também se eles estão aptos a lidar com o público de modo simpático e prestativo. Para ajudar você nessa missão, existem muitas agências de recrutamento especializadas em escolher corretamente os funcionários para cada tipo de negócio.

Além disso, lembre-se de que montar um time de qualidade contribui bastante para a boa administração do seu restaurante, sendo assim, não tenha medo de investir na qualificação e no treinamento da equipe, deixando-os bem preparados. Não hesite também em focar na valorização desses funcionários, um modo de deixá-los satisfeitos e motivados, aumentando a produção e retendo talentos. Para isso, atente para aos seguintes fatores:

  • verifique se o salário oferecido é compatível: um salário incompatível com o mercado aumenta a rotatividade de pessoas, o que pode acabar gerando dores de cabeça desnecessárias à administração. Sendo assim, monte um time qualificado e remunere-os dignamente;

  • ofereça benefícios aos colaboradores: apenas um bom salário não é garantia de que o seu time se manterá motivado e satisfeito em cumprir com suas funções. Oferecer benefícios é, então, uma estratégia eficaz para demonstrar preocupação com a saúde e com o bem-estar do trabalhador, incentivando-o e fazendo com que ele se sinta feliz em trabalhar para o seu negócio;

  • esteja atento à segurança do trabalho: toda a atenção nesse sentido é pouca. Não deixe de promover segurança ao seu time, fornecendo os equipamentos necessários e um ambiente adequado para o cumprimento das funções. Isso evitará doenças, afastamentos e acidentes de trabalho;

  • promova o espírito de equipe: para o bom funcionamento do restaurante, é essencial que o time de trabalho esteja integrado. Sendo assim, não se esqueça de promover o espírito de equipe, certificando-se de que todos os funcionários estão direcionados para um mesmo objetivo. Para isso, realize estratégias como confraternizações, reuniões periódicas etc.

3. Respeite a legislação

Quem quer abrir uma empresa precisa estar atento a diversas formalidades, e isso não é diferente quando estamos falando de um restaurante. Os empreendedores devem considerar as regras sanitárias, que mudam de acordo com a cidade.

Isso minimizará problemas e manterá aberto o diálogo com a Vigilância Sanitária. No geral, entre os cuidados necessários, estão a prática de lavar os alimentos com água potável, por exemplo. Sendo assim, todas as práticas e orientações devem ser seguidas à risca e jamais negligenciadas.

Os empreendedores também devem estar atentos quanto à legislação e suas restrições, o que também pode ser diferente para cada cidade e estado. Na cidade de São Paulo, por exemplo, os donos de bares e restaurantes devem obrigatoriamente utilizar um equipamento que faz a intermediação da geração da nota fiscal eletrônica, o S@T. É fundamental, então, conhecer as leis vigentes em seu município e acompanhá-las de perto.

As Leis Trabalhistas também não devem ser deixadas de lado. Estando a par delas, você evita problemas futuros como processos e demais dificuldades com seus funcionários. De acordo com o artigo 67, por exemplo, restaurantes e bares que estão autorizados a funcionar aos domingos devem, obrigatoriamente, organizar escalas de folgas. Estar bem informado, então, é crucial. ​​​

4. Aposte no marketing e no relacionamento com o cliente

Saber como administrar um restaurante de sucesso também indica fazer com que os consumidores conheçam e sejam atraídos ao seu estabelecimento de alguma forma. Para isso, é fundamental apostar nas ações de marketing corretas, afinal, como já diz o velho ditado: “a propaganda é a alma do negócio”.

É possível já começar a colocar em prática as suas estratégias de marketing antes mesmo da inauguração do negócio, investindo em divulgações como panfletos, outdoors, anúncios em rádios da região e redes sociais. Misturando o marketing offline e o online tenha a certeza de que seus resultados serão potencializados, já que você estará contando com excelentes alternativas para atrair o público.

De uma coisa, no entanto, é possível ter certeza: divulgar o seu negócio nos dias de hoje é uma tarefa muito mais fácil do que já foi um dia — e tudo isso devido ao boom da internet e das redes sociais. A dica, portanto, é investir nessas ferramentas para a atração e para a fidelização de clientes.

Instagram, Facebook, Twitter… as possibilidades são muitas, e é interessante focar nas plataformas onde os seus clientes estão, utilizando a linguagem apropriada para o público-alvo e promovendo interações e engajamento. É possível, também, contar com o apoio dos anúncios pagos — que em plataformas como o Facebook podem até mesmo ser segmentados de acordo com localização, idade etc.

​Ainda nesse contexto, outra ideia interessante para divulgar o seu restaurante é a veiculação de anúncios por meio do Google Adwords. Trata-se de um investimento relativamente baixo, porém, capaz de dar resultados satisfatórios, reforçando o seu bom custo-benefício. Com esse recurso, o gestor pode anunciar seu estabelecimento para uma audiência qualificada.

Já no meio offline, é interessante apostar em promoções e estratégias como cartões de fidelidade — cada vez que o cliente faz uma refeição no restaurante, recebe um carimbo. Ao completar 10 carimbos, por exemplo, ele ganha um almoço grátis ou outro tipo de recompensa. Se viável, faça também promoções de inauguração e para datas especiais. Lembre-se de que a propaganda boca em boca ainda é bastante relevante, portanto, foque em oferecer serviços e atendimento de qualidade.

5. Promova um ambiente agradável

Quem opta por comer em um restaurante, além da boa comida, é claro, está em busca de uma experiência agradável, não concorda? Afinal de contas, o que determina o sucesso de uma visita a um estabelecimento no geral é um conjunto de fatores, que vai desde a refeição e o atendimento até o ambiente.

Nesse sentido, é fundamental que o ambiente do restaurante esteja alinhado com a sua proposta e com o público-alvo, com o objetivo de otimizar a experiência do usuário. Aqui, tanto o excesso quanto a simplicidade em demasia podem causar interferências negativas, sendo assim, é preciso saber encontrar equilíbrio e harmonia.

Uma boa ideia para montar um ambiente agradável é adicionar referências da proposta do seu restaurante na decoração ou até mesmo na infraestrutura, sejam elas relacionadas às nacionalidades da comida oferecida pelo estabelecimento ou relacionadas ao seu público.

Outros fatores que merecem atenção são a iluminação e a música, caso esteja presente. Ambos devem se encontrar em níveis adequados e confortáveis. Além disso, a equipe deve estar uniformizada e o ambiente impecavelmente limpo.

Saiba também distribuir elementos como mesas e cadeiras para facilitar a acomodação e a circulação de pessoas — dica que também vale para o uso de peças de decoração e afins. O objetivo é fazer com que o cliente se sinta à vontade e não vivencie qualquer tipo de conforto que possa comprometer a sua experiência.

Por fim, lembre-se de que cada detalhe deve ser pensado com o objetivo de proporcionar bons momentos ao cliente, sendo assim, não deixe nenhum deles de fora. Pensar em acessibilidade — rampas de acesso, barras, banheiro adaptado etc. — não só é essencial, como também demonstra que o seu restaurante está preparado para receber a todos, sem restrição.

6. Cuide bem da gestão financeira

É impossível falar sobre como administrar um restaurante de sucesso sem abordar a gestão financeira. Ter um controle de gastos é algo fundamental tanto para restaurantes, quanto para qualquer outro tipo de negócio, afinal, nenhum empreendimento sobrevive com uma administração irracional e desequilibrada, onde gasta-se mais do que se recebe.

Sendo assim, uma boa administração deve ter sempre em mãos dados consolidados sobre as despesas e sobre a receita do negócio. Só assim é possível saber o que está indo bem e o que pode ser feito para reduzir custos. Entre os gastos a serem acompanhados, estão:

  • desperdício de alimentos e insumos;

  • pagamento de horas extras ao time de funcionários;

  • faltas do dia, entre outros.

É importante que tudo isso esteja centralizado em um só lugar e sob observação constante — inclusive, caso o acompanhamento seja feito diariamente, melhor ainda. Somente assim será possível realizar um controle eficiente e que permita que o gestor tenha uma visão clara do quanto pode ser investido em melhorias para aprimorar o negócio e atrair mais clientes.

Para tornar essa tarefa mais eficiente, é sempre bom contar com um software de controle de gastos. Caso o restaurante opte por fornecer benefícios para os seus funcionários ou aceitar alternativas de pagamento como o vale-refeição, optar por uma empresa prestadora de serviços que possa fazer essa gestão é certamente a melhor escolha.

7. Conheça seus concorrentes

O conhecimento da concorrência, ao contrário do que muitos possam imaginar, é uma das chaves para quem quer saber como administrar um restaurante de sucesso. Essa observação já deve ser feita até mesmo antes de inaugurar o seu negócio. Isso porque, imagine que na mesma região onde você pretende atuar, já existam diversos restaurantes bem-sucedidos e com o mesmo foco.

Nesses casos, é fundamental que o seu estabelecimento conte com diferenciais que agreguem algo de diferente à sua proposta de valor e o faça se destacar da concorrência. Tenha em mente que nem sempre oferecer preços mais baixos é o melhor caminho para estar a um passo a frente dos concorrentes. É preciso fazer uma análise completa — e existem várias empresas especializadas em fazer esse tipo de estudo de mercado, avaliando elementos como atendimento, qualidade da comida, experiência do cliente, entre outros.

Imagine que poucos (ou nenhum) restaurante da área na qual você pretende atuar aceita o vale-refeição, por exemplo. Trata-se de uma modalidade de pagamento que deixa mais prática a vida do consumidor, que pode custear suas refeições com um cartão magnético recarregado pela empresa todos os meses, sem precisar se preocupar com pagamentos em dinheiro.

Se o seu restaurante inovar e oferecer esse tipo de alternativa, já estará contando com um excelente benefício em mãos, capaz de aumentar o volume de vendas e o lucro do negócio.

8. Seja um bom líder

Por fim, não é possível falar sobre como administrar um restaurante de sucesso sem abordar o papel do líder. Como gestor, é fundamental que você esteja sempre bem informado para enfrentar as possíveis dificuldades, portanto, quanto mais conhecimento você adquirir sobre administração, melhor. Existem cada vez mais cursos com esse propósito atualmente, e a internet está repleta de materiais sobre o tema que podem ajudar você.

Além disso, é preciso lembrar que um bom líder transmite confiança aos colaboradores e sabe delegar tarefas com respeito. Esse é um das principais chaves para manter uma equipe eficiente, motivada e organizada, sabendo identificar os pontos fortes de cada um e tirar o máximo proveito disso.

No artigo de hoje, você conferiu um guia prático sobre como administrar um restaurante de sucesso, oferecendo um excelente serviço aos clientes e adotando uma gestão de qualidade. Colocando em prática as dicas do post e focando no desenvolvimento de cada um dos aspectos apresentados, temos a certeza de que o caminho para a melhoria dos resultados do seu empreendimento estará cada vez mais próximo.

Por falar em oferecer um excelente serviço aos clientes, já parou para pensar em como aceitar vale-refeição pode ser vantajoso não só para o público, como também para o seu restaurante? Acesse, entenda e comece a vender ainda mais!