Para garantir o sucesso do negócio, é preciso ter atenção aos aspectos contábeis da empresa. Com a contabilidade para pequenas empresas, é possível ter maior controle financeiro, desenvolver mecanismos para superar a concorrência, criar diferenciais e superar toda a burocracia que existe atualmente no Brasil.

Porém, muitas micro e pequenas empresas não contam com uma gestão eficiente, o que prejudica todo o controle contábil para o negócio. Essa falta de processos administrativo-financeiros pode trazer sérios prejuízos para a companhia culminando, inclusive, com o encerramento das atividades.

Afinal, é por meio da gestão financeira que um empresário consegue medir o retorno do seu investimento, o lucro com suas operações, o peso de cada produto ou serviço nessa equação e o fluxo de caixa, dentre outras ações. Um conjunto de informações de grande importância para o controle empresarial.

Agora que já sabe qual a importância desse processo para uma empresa, que tal entender como funciona a contabilidade gerencial? É só acompanhar os próximos parágrafos!

Contabilidade gerencial

Apesar da sua importância, muitos empresários acabam por não reconhecer a contabilidade como um mecanismo de orientação e apoio para as estratégias de negócio. Com isso, não acabam dando a devida importância para esse instrumento de apoio essencial às mais diversas companhias.

Dessa forma, para muitas empresas, o contador é apenas o responsável por cuidar da burocracia e das obrigações rotineiras exigidas por lei. Mas o papel desse profissional para os negócios vai além e as informações geradas por ele e pelo trabalho contábil têm grande importância para a tomada de decisões.

Isso acontece porque a contabilidade gerencial atua com análise de custos, rentabilidade, receitas e gastos. Com isso, tem o objetivo de ser um instrumento que gere informações relevantes e precisas que possam apoiar e dar suporte para as decisões estratégicas de uma empresa.

Depois de descobrir o que é contabilidade gerencial, que tal ver quais os benefícios que ela pode trazer para um negócio? Não deixe de ler o próximo tópico!

Benefícios da contabilidade gerencial

Como abordamos nos tópicos anteriores, a contabilidade gerencial tem um papel estratégico no desenvolvimento de uma micro e pequena empresa. Essa importância se deve ao fato de que, com esse processo, é possível contar com informações que permitem analisar e projetar o futuro do empreendimento.

Dessa forma, o empresário consegue trabalhar as seguintes questões em sua empresa:

  • previsão financeira;
  • planejamento de longo prazo;
  • controle de fluxo de produção;
  • controle de desperdícios;
  • potencialização dos lucros;
  • tomada de decisões estratégicas;
  • aumento da eficiência do negócio.

Vantagens estratégicas

A contabilidade para pequenas empresas pode contribuir ainda mais para a saúde, manutenção e crescimento da empresa. Nos próximos parágrafos, abordaremos um pouco mais sobre os processos para uma boa gestão financeira. Confira!

Fluxo de caixa

Com o fluxo de caixa, é possível prever como ficará o saldo final da empresa em um determinado período. Esse dado não se trata apenas de uma análise simples de número em que são medidas as possíveis entradas de recursos e todas as saídas de dinheiro sejam elas despesas fixas ou variáveis.

Uma boa projeção do fluxo de caixa traça um cenário que permite entender qual rumo a empresa está tomando e, se for necessário, desenvolver ações que possam resolver possíveis problemas que se desenham no futuro do negócio. Ou seja, uma forma de antecipar situações e agir com rapidez na resolução delas.

Capital de giro

Enquanto o fluxo de caixa traz uma análise e projeção dos resultados do negócio se baseando no rendimento financeiro em um determinado período , o capital de giro diz respeito à quantidade de recursos necessários para que a empresa possa continuar com as suas operações normalmente.

Esses recursos estão associados nas contas bancárias, a receber, caixa e estoque. O desequilíbrio ou a falta do capital de giro são os principais responsáveis para que muitas empresas encerrem as suas atividades logo nos primeiros anos de operação. O que ressalta a importância desse indicador para os negócios.

Mais do que um recurso importante para o funcionamento da companhia, o capital de giro também é um indicador de que há desequilíbrio na entrada e saída de dinheiro. E, caso ocorra algum problema, pode surgir uma série de problemas, como:

  • déficit nas contas;
  • falta de recursos para investimentos;
  • necessidade de recorrer a empréstimos;
  • dentre outras situações.

Precificação

Existem diversos aspectos que devem ser levados em consideração na hora de definir os preços dos produtos ou serviços. As mercadorias exigem fabricação (matéria prima, mão de obra), transporte, embalagem e outros processos. Já serviços contam com insumos, mão de obra e tempo de execução.

Mas, além disso, é preciso inserir na precificação os valores referentes aos impostos. Cada modelo de negócio conta com legislação específica e tributos que precisam pagos. É por meio da contabilidade que conseguirá determinar quais impostos precisam ser computados na sua precificação.

Obtenção de crédito

Toda empresa está sujeita a precisar de empréstimos para seguir com suas atividades: seja para quitar algumas contas atrasadas, garantir os salários dos seus colaboradores ou realizar investimentos para expansão do negócio. Para isso, é preciso ter garantias que liberem créditos para a companhia.

Essas garantias se dão, dentre outros, por meio dos relatórios contábeis que traduzem o histórico financeiro da empresa. Além disso, é possível fazer projeções que ajudam a assegurar o pagamento do empréstimo.

Contador para micro e pequenas empresas

A contabilidade gerencial conta com diversos indicadores e a geração e análise deles pode ser bastante complexa. Essas informações são de grande importância para o negócio e afetam diretamente o empresário, sócios, investidores, administradores e orienta todo o planejamento da empresa.

Dessa forma, o contador tem um papel bastante importante para a companhia, mas o bom resultado depende do fornecimento de informações corretas para a geração de relatórios. Com isso, o profissional pode se dedicar à análise das melhores situações para o tipo de negócio em que a sua empresa está inserida.

Pronto! Com este artigo, você conseguirá estruturar melhor a contabilidade da sua empresa para ter maior organização do negócio e cumprir as exigências legais.

O que achou deste texto sobre contabilidade para pequenas empresas? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter e receber outros artigos relevantes!