Atualmente, o mercado de trabalho passa por uma situação singular, em que pelo menos três gerações diferentes compartilham o mesmo espaço. São elas: a geração Baby Boomers, a geração X e a geração Y, ou também conhecidos como millennials.

Os Baby Boomers nasceram entre 1948 e 1963, após a 2ª Guerra Mundial. Eles costumam ser mais conservadores, e disciplinados e buscam segurança e estabilidade.

Já a geração X compreende aqueles indivíduos que nasceram entre 1964 e 1977. Foi um período de muitas mudanças, entre elas a luta pela democracia e a inserção da mulher no mercado de trabalho. A geração X é constituída por pessoas que valorizam muito o crescimento profissional.

Os millennials, também conhecidos como Geração Y, são os indivíduos nascidos entre 1978 e 1994. Essa geração tem um comportamento bem diferente das gerações anteriores, pois seus membros tendem a ser mais inovadores, ousados, participativos e têm bastante facilidade em lidar com novas tecnologias.

Naturalmente, essas características geram uma tensão no ambiente de trabalho, consistindo em um desafio para os gestores.

Se você busca dicas para lidar com essa geração e aproveitar todo o seu potencial, este post chegou na hora certa! Vamos explicar quais são as principais características dos millennials e demonstrar como atrair uma geração tão exigente. Ficou curioso? Então comece a leitura!

Quem são os millennials?

Os millennials nasceram em meio a um contexto político e econômico mais favorável e em ambientes predominantemente urbanizados. Esse fato influenciou algumas de suas principais características.

Gostam de diversidade e cresceram em famílias nem sempre tradicionais. Muitos são filhos de mães independentes e focadas na carreira profissional. Os pais, muitas vezes ausentes, tentam amenizar a falta proporcionando cursos, viagens, entre outros presentes.

Os millennials acompanharam o surgimento e a evolução da internet; viram de perto todos avanços tecnológicos, desde o ruído da internet discada até a praticidade dos smartphones.

Por terem sido criados em meio a abundância de informações e soluções rápidas, tendem a ser mais impacientes, ansiosos e imediatistas. Preferem buscar informações na internet a procurar em livros, ou perguntar a amigos e parentes.

As características familiares, somadas ao fácil acesso à internet implicaram em uma educação mais liberal e aberta. Além disso, tiveram mais facilidade para ingressar em universidades, o que elevou o nível de escolaridade dessa geração.

O que eles valorizam no ambiente de trabalho?

Não há como desconsiderar que os millennials são mais exigentes em relação às condições de trabalho do que as gerações anteriores. Eles buscam muito mais do que estabilidade ou segurança no emprego.

Tendem a valorizar bons relacionamentos, um clima agradável e querem ter o seu esforço reconhecido. Costumam preferir empresas de boa reputação, preocupadas com a responsabilidade social e que proporcionam um ambiente de trabalho mais descontraído.

São motivados por desafios e anseiam por um crescimento rápido na carreira. Eles não planejam ficar sempre na mesma empresa e por isso, estão sempre atentos às oportunidades do mercado.

Valorizam a flexibilidade de horários e não gostam de rotina. Eles conseguem fazer várias tarefas ao mesmo tempo, sem se desconectar das redes sociais. Essa exposição contínua à internet faz com que esses jovens saibam de diversos assuntos.

Esse envolvimento com o ritmo acelerado da tecnologia faz com que essa geração espere essa mesma agilidade na troca de informações dentro das empresas.

Eles buscam amar seu trabalho e o veem como uma parte de sua identidade. A qualidade de vida é mais importante que um salário alto. Eles não são viciados em trabalho como a geração X e tentam sempre equilibrar a vida pessoal e profissional.

A geração Y prefere o trabalho colaborativo e costuma se dar muito bem em equipes de alta performance, formadas por pessoas de diferentes gerações. Além disso, eles gostam de participar e dar opiniões. É comum ver um millennial recém-contratado querendo participar das decisões estratégicas da empresa.

Eles também têm certa dificuldade em entender aspectos tradicionais de hierarquia, autoridade e disciplina. Por isso, conversam com superiores de igual para igual. Também têm dificuldade com excesso de formalidade e burocracia, aspectos muito comuns em empresas mais tradicionais.

Quais são as dicas para atrair essa geração?

Para atrair essa geração, além de entender suas características e o que eles valorizam no ambiente de trabalho, é preciso voltar o olhar para o ambiente interno da empresa.

Deve-se questionar toda a cultura organizacional — estrutura, procedimentos e outros aspectos — buscando entender se tais práticas estão muito arraigadas a modelos tradicionais. Às vezes, algumas mudanças serão necessárias para abarcar essa geração.  

Muitos setores já estão adaptando suas práticas para aproveitar o perfil empreendedor e inovador desses jovens, como o franchising e as startups.

Ao entender como as características dessa geração podem contribuir para o ambiente de trabalho, fica mais fácil atrair e reter esses talentos. Uma das formas encontradas é adotar a jornada de trabalho flexível e criar planos de carreira específicos para eles.

É relevante reavaliar a missão e os valores da empresa, pois esses jovens dão muita importância a isso. Antes de entrar em uma empresa, eles procuram saber sobre a história e os valores da empresa.

Se eles não se identificarem com o propósito da organização, ou caso os valores não estejam alinhados às suas crenças pessoais, eles preferem rejeitar a oportunidade.

Como os millennials costumam pesquisar sobre a empresa antes de serem contratados, é interessante destinar um local no site da empresa para expor as opiniões dos funcionários dessa faixa etária.

Outra possibilidade é incentivar os atuais funcionários a deixar suas opiniões em sites como o Love Mondays, para ajudar aqueles que querem entender como é o clima organizacional daquela empresa.

Como contratar millennials?

Após conhecer as características dos millennials e analisar o que deve ser melhorado na sua empresa para atrair esses profissionais, você deve colocar em prática algumas estratégias, como:

  • criar um sistema de feedbacks contínuos;

  • proporcionar treinamentos, cursos, Universidade Corporativa, coaching para possibilitar o desenvolvimento na carreira;

  • abrir canais de comunicação empresarial usando dispositivos tecnológicos, como chats.

  • dar abertura a ideias e feedbacks;

  • investir na política de benefícios, oferecendo vale cultura, vale alimentação, vale refeição;

  • fornecer a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), para o profissional se sentir mais engajado com a busca da empresa pelos resultados;

  • estabelecer um sistema de objetivos, metas e recompensas;

  • incentivar a aproximação com as lideranças, demonstrando que a hierarquia não é inflexível.

Desse jeito, para contratar millennials, é preciso conhecer suas aspirações, seus objetivos e dar liberdade para que eles possam usar sua criatividade e suas capacidades para ajudar a empresa a alcançar seus objetivos.

É interessante demonstrar que a empresa abre espaço para a participação dessa geração, que acompanha as tendências tecnológicas e oferece autonomia para a realização das tarefas.

Agora que você já entendeu um pouco sobre os millennials e o que eles valorizam, acreditamos que seu desafio de atrair essa geração ficará bem mais simples. Então, não perca mais tempo! Comece a colocar as dicas deste post em ação e conte com uma equipe de alta performance.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite a visita e assine a nossa newsletter. Dessa forma, você recebe os melhores conteúdos sobre gestão, benefícios e recursos humanos diretamente na sua caixa de entrada!