Já parou para pensar que o capital mais importante de qualquer negócio não é o financeiro, mas sim, o humano? Afinal de contas, ao exercer suas funções, são as pessoas as principais responsáveis pela geração de lucro da companhia — ou seja, os trabalhadores são indispensáveis para que ela obtenha bons resultados e se mantenha ativa no mercado.

Nesse sentido, uma preocupação entre os gestores que sabem agir de forma estratégica é cuidar da qualidade de vida e da saúde do trabalhador, contando com times sempre motivados e dedicados.

Lembre-se de que, para uma negócio, não adianta oferecer os melhores produtos ou soluções do mercado, se as pessoas contratadas para desenvolvê-los, divulgá-los e vendê-los não estiverem em boas condições físicas e mentais para produzir.

Foi justamente pensando nisso que, neste post, listamos 4 dicas para ajudar você a criar ações de promoção à saúde do trabalhador em sua empresa. Vamos conferir?

Por que devo investir na saúde do trabalhador?

Existe uma relação direta entre a saúde do trabalhador e o sucesso da empresa. Ainda mais em meio a um mercado extremamente competitivo: pensar em maneiras de manter bons resultados é uma necessidade para qualquer negócio, independentemente do tamanho ou segmento de atuação.

Cuidar do bem-estar dos times é uma das principais formas de fazer com que isso aconteça. Por quê? Entenda melhor, a seguir:

  • aumento da produtividade: funcionários saudáveis e devidamente motivados produzem mais e em melhor qualidade. Além disso, faltam menos, se atrasam com menor frequência e dificilmente precisam ser afastados por condições de saúde;
  • melhora do clima organizacional: quando percebem os esforços da empresa em cuidar do bem-estar dos times, os funcionários se sentem valorizados e satisfeitos, o que contribui com um ambiente de trabalho harmônico e satisfatório;
  • menores taxas de rotatividade: a alta rotatividade de funcionários é um desafio para muitos negócios, já que prejudica o orçamento empresarial. Manter os trabalhadores satisfeitos por meio dos cuidados com sua saúde é uma maneira de fidelizá-los, fazendo com que eles permaneçam com você;
  • maior faturamento: é claro que toda ação necessita de recursos para ser implantada. No entanto, investir na saúde do trabalhador é algo que traz retornos positivos em curto prazo, uma vez que, mantendo bons níveis de produtividade, a empresa lucrará mais.

Como ajudar na saúde dos meus funcionários?

Bom, você já percebeu o quão vantajoso é promover a integridade e a qualidade de vida dos times, certo? Agora, chegou o momento de conhecer as melhores maneiras de colocar esses cuidados em prática por meio de ações simples, porém, muito eficazes. Acompanhe!

1. Promova um ambiente de trabalho adequado

É dever de qualquer empresa fornecer condições adequadas para que os funcionários possam exercer suas funções com integridade. Sendo assim, redobre a atenção quanto ao ambiente corporativo:

  • verifique as condições de equipamentos, mesas e cadeiras: é importante que elas permitam uma boa postura, tenham regulagem de assento e braço etc.;
  • preze pela ventilação do ambiente: o ar deve circular com facilidade e equipamentos como ventiladores e ares-condicionados precisam ser sempre higienizados, de modo a evitar doenças respiratórias;
  • proporcione uma boa iluminação: por mais corriqueiro que esse fator possa parecer, lembre-se de que uma iluminação inadequada pode acarretar condições como dores de cabeça, problemas de visão etc.;
  • promova a organização do espaço de trabalho: mesas e estações bagunçadas costumam causar estresse e desviar a atenção dos funcionários. Sendo assim, busque sempre abordar essa questão entre os times.

2. Conscientize os funcionários sobre a alimentação saudável

Muito se fala sobre a importância da alimentação equilibrada. Pegando carona nos aplicativos de rotina saudável e no crescimento do nicho de atividades físicas nas redes sociais, aproveite para conscientizar os funcionários sobre essa questão.

É por meio de uma dieta adequada que o nosso corpo recebe os nutrientes necessários para funcionar com mais energia e disposição — o que interfere diretamente no rendimento no trabalho e demais atividades.

Por outro lado, quando o trabalhador é adepto de uma dieta composta, basicamente, por calorias vazias (muito lanche, por exemplo), as consequências também são refletidas em sua capacidade de operar. Sinais comuns da má-alimentação que podem atrapalhar o rendimento no trabalho são fadiga, irritabilidade, pré-disposição a doenças, entre outros.

3. Promova atividades físicas na empresa

Quando o assunto é saúde, impossível falar de alimentação equilibrada sem mencionar, também, a prática de exercícios, não é mesmo? Por esse motivo, combinar essas ações é uma dica que não poderia ficar de fora desta lista.

Além de contribuir com o bom funcionamento do organismo, as atividades físicas reduzem o risco de doenças e trazem inúmeros benefícios para o bem-estar físico e mental do trabalhador.

Aqui, a ginástica laboral entra como uma grande aliada, preparando os funcionários para iniciar o expediente com energia e combatendo problemas comuns no ambiente de trabalho, como lesões por esforço repetitivo (LER), postura inadequada etc. Contrate um profissional especializado para conduzir a atividade, estabeleça uma frequência para as sessões (três vezes por semana, por exemplo) e incentive a participação de todos!

4. Ofereça benefícios corporativos que foquem a saúde do trabalhador

Oferecer benefícios corporativos, por si só, é uma excelente estratégia para maximizar a produtividade, a motivação dos times, a retenção de talentos e os lucros da empresa. A boa notícia é que, entre os benefícios mais valorizados pelos trabalhadores brasileiros, estão justamente aqueles relacionados à saúde, como vale-refeição e vale-alimentação.

O melhor de tudo é que, ao participar de projetos como o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), a sua empresa pode até mesmo economizar com o oferecimento dos benefícios citados logo acima. Isso porque os negócios adeptos do PAT recebem incentivos fiscais e têm até 4% de reembolso no Imposto de Renda.

Como você pode perceber, desenvolver ações que promovam a qualidade de vida e a saúde do trabalhador não só é uma forma eficaz de aumentar a produção, potencializar resultados e obter mais lucro, como também, um diferencial competitivo bastante estratégico para as empresas.

Assim, elas podem melhorar sua imagem perante o público interno e o mercado. Por isso mesmo, não deixe de colocar em prática o quanto antes as dicas do post, combinado?

Que tal receber mais conteúdos exclusivos como este diretamente em sua caixa de entrada? Aproveite sua visita no blog e assine agora mesmo a nossa newsletter!