Você que vive buscando novas ideias para negócios e deseja ser um empreendedor de sucesso sabe que a rotina de um empreendedor não é fácil. Existe uma pressão individual e coletiva por resultados positivos.

Mas, para que isso aconteça, é necessário arriscar. Devido aos riscos enfrentados, é normal se questionar se suas escolhas têm sido as melhores. Porém, mesmo em meio a esses questionamentos, você deve ser o primeiro a acreditar que está no caminho certo.

É o que aconteceu com alguns empreendedores bem-sucedidos. O início nunca é fácil, mas eles não desistiram até se tornarem grandes empresários.

Conheça agora como começaram as trajetórias de 5 empreendedores de sucesso para você se inspirar e se sentir motivado a persistir em seus sonhos. Vamos começar pela história de Alexandre Costa, o dono da Cacau Show.

1. Alexandre Tadeu Costa

Alexandre Costa é o dono da rede de franquias de chocolates artesanais Cacau Show. Ele começou o seu negócio aos 18 anos vendendo chocolate em seu fusca. Ele vendia trufas e bombons para supermercados e padarias da Zona Oeste de São Paulo.

Ser empreendedor estava em seu sangue. Seus pais vendiam desde doces até lingeries. Após passar por uma dificuldade em encontrar fornecedores de ovos de páscoa, Alexandre Costa resolveu produzir seus próprios chocolates.

Com isso, ele percebeu que esse era um mercado pouco explorado e resolveu abrir formalmente a sua empresa. Para se tornar mais capacitado no assunto, Alexandre Costa foi para a Bélgica fazer cursos de especialização na produção de chocolates artesanais.

Ele vendia seus produtos por encomendas, mas, com a abertura da primeira loja em 2001, ele analisou o comportamento do seu público-alvo e percebeu que, quando se trata de produtos alimentícios, as pessoas preferem um consumo rápido.

Com isso, Alexandre Costa viu que deveria investir na abertura de mais lojas. Assim, a Cacau Show entrou para a franchising e expandiu para todos os estados brasileiros. Seu faturamento ultrapassa 100 milhões de reais por ano.

2. Antônio Alberto Saraiva

Nem sempre a história começa de uma maneira feliz. No caso de Antônio Saraiva, a história com o empreendedorismo começou após uma tragédia — seu pai foi assassinado na própria padaria.

Assim, Saraiva decidiu dar prosseguimento ao negócio do pai e enxergou uma oportunidade de mercado a se explorar: um fast food especializado em comida árabe.

Seguindo essa ideia, ele fundou o Habib’s em 1988, que contava com um cardápio diferenciado e preços acessíveis. Ao contrário do que você pensava, o Habib’s é brasileiro e, atualmente, conta com cerca de 400 estabelecimentos em todo o Brasil.

3. Robinson Chiba

Outro empreendedor de sucesso que entrou no cenário empreendedor de forma inusitada foi Robinson Chiba, fundador do China In Box. Estudante de odontologia, ele resolveu passar uns tempos nos Estados Unidos para aprimorar seu inglês. Mas ele foi assaltado e ficou sem nenhum dinheiro para se sustentar.

Foi, então, quando ele começou a lavar pratos e a fazer serviços de entregador de pizzas e outros alimentos. Inserido nesse contexto, ele aproveitou a oportunidade para analisar o funcionamento dos processos de fast food e delivery.

Ele retornou ao Brasil em 1988 e ainda ficou mais quatro anos estudando melhorias para esses processos. Após essas pesquisas, Chiba abriu sua primeira loja — o China In Box — na região Sul de São Paulo. Ele teve a ajuda de seu pai, que sempre acreditou em seu potencial e vendeu um apartamento para ajudá-lo financeiramente.

Em 2000, o China In Box se tornou uma franquia e Chiba viu sua ideia se expandindo rapidamente. Atualmente, ele é presidente de um grupo chamado Trendfoods, que controla além do China In Box outros restaurantes, de comida oriental e italiana.

4. Luiza Helena Trajano

Luiza Trajano, a dona da rede de lojas Magazine Luiza mostra que é possível fazer a diferença mesmo não sendo você quem começou o negócio.

Isso por que quem começou com a rede de lojas Magazine Luiza foram os tios de Luiza. Eles começaram comprando em 1957 uma pequena loja de presentes no interior de São Paulo e depois expandiram com a ajuda financeira de familiares que entraram no negócio.

Em 1974, foi inaugurada a primeira loja de departamentos. Luiza Trajano trabalhava na empresa desde os 12 anos de idade, como balconista. Após fazer um curso de Direito e assumir a liderança da rede em 1991, Luiza Trajano promoveu mudanças decisivas para o sucesso da empresa.

A primeira delas foi dar voz ativa aos funcionários. O poder foi descentralizado e as ideias dos funcionários passaram a ser consideradas pela alta direção.

Outra grande mudança foi a criação da primeira loja virtual. A Magazine Luiza se tornou uma das maiores representantes do e-commerce nacional. Em 1998, a loja foi incluída na lista das melhores empresas para se trabalhar, da Revista Exame em parceria com o Instituto Great Place to Work, e permanece nessa lista até hoje.

Com Luiza Trajano, aprendemos que é fundamental, além de ter uma visão sistêmica em busca do crescimento do negócio, valorizar os funcionários, pois é por meio deles que o crescimento acontece.

5. Joy Mangano

Esse nome não era tão comum até ganhar as telas de cinema em 2015 com o filme “Joy: o nome do sucesso”. Joy se viu em um momento de dificuldade em 1989, com três filhos para criar e separada do marido.

Assim, ao limpar a casa, ela se sentiu incomodada com o esfregão e resolveu criar um esfregão diferente. Ela criou e o colocou à venda. No entanto, sua inovação não estava tendo o sucesso que ela esperava e Joy foi para a TV fazer seu próprio comercial.

Isso fez com que ela vendesse 18 mil exemplares do esfregão em apenas 20 minutos. O negócio saiu da garagem e ela fundou a sua empresa. Ainda hoje, Joy continua adaptando vários produtos que estão fazendo sucesso.

Joy nos ensina que, às vezes, é no momento de dificuldade que surge aquela ideia incrível e que você não pode desistir dela.

Lições para o sucesso

Conhecendo essas histórias, podemos perceber que existem algumas semelhanças entre elas. Assim, a experiência desses empreendedores ensina algumas lições, como:

  • você deve aproveitar as oportunidades;
  • é necessário acreditar em suas ideias e não desistir delas;
  • é fundamental valorizar as pessoas ao seu redor;
  • o risco faz parte do caminho para o sucesso.

Dessa forma, você deve seguir essas dicas para conquistar o patamar do sucesso. Esse caminho nem sempre é feito só de bons momentos, mas aqueles que conseguem enfrentar todos os obstáculos são os que se tornam empreendedores de sucesso.

O que você achou deste post? Ele inspirou você? Então, compartilhe em suas redes sociais e ajude seus amigos a sentir o mesmo!