As pequenas empresas são consideradas as que mais geram empregos com carteira assinada no Brasil. Apesar da sua grande importância, essas empresas costumam fechar suas portas nos primeiros cinco anos.

Segundo pesquisas do Sebrae, 30% das empresas brasileiras fecham no primeiro ano de vida, e cerca de 96% dessas empresas pertencem ao segmento das micros e pequenas empresas.

Diversos fatores afetam negativamente o desempenho e a rentabilidade de uma pequena empresa. Em geral, as falhas e as dificuldades acontecem pela forma como os empresários administram seus negócios.

Em razão disso, é necessário muita dedicação, organização e um bom planejamento para garantir que a sua empresa obtenha sucesso no mercado.

Tendo em vista a recorrência dos erros cometidos, no post de hoje, vamos listar os 9 maiores erros que devem ser evitados pelas pequenas empresas, para diminuir as chances da empresa fechar. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

1. Não ter um planejamento estratégico

Para iniciar um empreendimento é necessário uma análise específica sobre o ramo de atuação e um planejamento dos negócios. Não possuir um plano, que oriente sua trajetória, é a falha mais comum entre as pequenas empresas.

É essencial planejar-se de forma clara, objetiva e detalhada, antes de realizar qualquer operação ou investimento. Caso contrário, os empreendedores atuarão baseados em tentativas ou sorte. No entanto, caso ele seja bem elaborado, pode trazer um diferencial para o negócio.

2. Não estabelecer metas e prazos

As metas são importantes para definir as responsabilidade e as atividades realizadas pelo sócio ou funcionário, é essencial para manter a organização da rotina da empresa. As metas devem ser vistas como uma ação a longo prazo, por isso, elaborar um plano de ação pode ajudar no acompanhamento do trabalho.

Além disso, é preciso estabelecer prazos para entrega das tarefas, já que o atraso de uma delas pode gerar prejuízos para o negócio.

3. Não investir em tecnologia

Em meio a tantos recursos tecnológicos disponíveis atualmente, não usá-los é um erro que pode prejudicar o sucesso da sua empresa. A tecnologia otimiza os processos de produção, aumenta a produtividade da empresa e permite um melhor aproveitamento do tempo, permitindo mais agilidade nas atividades.

Além disso, os softwares de gestão são uma importante ferramenta para qualquer negócio. Eles possibilitam a padronização dos procedimentos e a organização das informações, otimizando os processos e reduzindo as chances de erros, aumentando, assim, a qualidade do serviço prestado.

4. Não investir em marketing

Uma ótima oportunidade para atrair e conquistar novos clientes é investir em marketing digital e redes sociais. Quanto maior a exposição e o engajamento, sobretudo em sua fase inicial, maiores são as chances do seu negócio progredir.

A divulgação da empresa nesses meios possibilita que seus consumidores espalhem o conteúdo produzido e conheçam mais sobre a empresa. Além disso, os colaboradores podem se manter atualizados, inovar e oferecer melhores resultados para os seus clientes.

5. Não investir nos melhores profissionais

É comum que as empresas tenham o hábito de contratar familiares ou amigos para desempenhar as atividades da empresa. É algo absolutamente normal, por questão de confiança e diminuição de custos. No entanto, nem sempre, são as pessoas mais adequadas para o cargo.

É fundamental investir em bons profissionais, pois isso refletirá diretamente no desenvolvimento do trabalho e nos resultados da empresa. Por isso, é preciso estabelecer pré-requisitos para cada função, e selecionar pessoas com o melhor perfil e competência.

Ao privilegiar parentes, você pode correr o risco de perder o controle de horários ou não cobrar resultados, causando perda da autoridade.

6. Não fazer um bom planejamento financeiro

É preciso manter o controle detalhado de todas as receitas, despesas e investimentos. Isso é importante para simular os impactos futuros de qualquer ação, pois assumir gastos sem saber exatamente quais serão as consequências para o orçamento da empresa pode ser prejudicial para a saúde financeira.

Outro erro comum também ligado ao setor financeiro é misturar as finanças particulares com as despesas diárias da empresa. Isso costuma causar um total descontrole dos gastos, por isso é fundamental manter as contas separadas e definir uma retirada mensal fixa.

7. Perder a comunicação e o respeito entre os colaboradores

Todos os membros da empresa têm sua devida importância. Algumas pessoas vão exercer o comando e tomar decisões, já outras executarão as atividades, no entanto, isso não deve afetar o relacionamento entre toda a equipe.

Uma boa comunicação interna auxilia na redução dos erros, aumenta a qualidade dos serviços prestados na empresa e melhora o relacionamento entre os colaboradores. Além disso, ouvir e considerar a opinião de todos os funcionários, manter todos atualizados e buscar aperfeiçoamento constante, agrega valor à operação do negócio.

8. Esquecer da satisfação dos clientes

O cliente é o principal fornecedor de lucro de uma empresa. Nesse sentido, é preciso que a satisfação do cliente esteja em primeiro lugar, sem perder a credibilidade e a produtividade da organização.

O mau atendimento das empresas, muitas vezes, acaba afastando os clientes e prejudicando o desenvolvimento dos negócios. Então, além da qualidade do produto ou serviço oferecido, preze também pelo bom atendimento e assistência ao cliente.

9. Não pagar os benefícios aos funcionários

Outro erro de grande importância cometido pelas pequenas empresas é o de não pagar os benefícios exclusivamente exigidos pela CLT aos colaboradores da empresa, por exemplo, vale-transporte.

Oferecer ao funcionário os melhores benefícios, é sinônimo de satisfação e motivação. É muito importante que a companhia conceda esses incentivos, afinal, isso pode aumentar a produtividade e o comprometimento da equipe.

Portanto, vale ressaltar que os empreendedores devem estar atentos aos erros mais comuns vivenciados pelas pequenas empresas, já que eles tendem a comprometer a sua imagem.

Não deixe de acompanhar as novidades e os feedbacks recebidos. Com muita dedicação, é possível garantir a melhoria contínua, evitar falhas e obter sucesso nos negócios!

Se você gostou do nosso post sobre os 9 erros que as pequenas empresas devem evitar, siga as nossas páginas do Facebook e do LinkedIn, e fique sempre por dentro das nossas atualizações!