Você fica doente com frequência? Qualquer mudança na temperatura já é suficiente para pegar um resfriado? Saiba que isso pode ser alguns dos sinais de que precisa fortalecer o seu sistema imunológico.

Ao longos dos próximos parágrafos explicaremos quais são as melhores práticas para se manter saudável, com foco na importância da alimentação para o aumento da imunidade. Afinal, um cardápio bem elaborado tem mais a ver com a defesa do organismo do que muitas pessoas podem imaginar.

Ficou interessado? Então, continue com a leitura e saiba como garantir uma saúde de ferro!

O sistema imunológico

O sistema imune é bem complexo e pode agir de diversas maneiras. Ele consiste em um grupo de células, tecidos e órgãos que têm a missão de defender o organismo de agentes externos — como microrganismos (bactérias, fungos, protozoários e vírus) e substâncias tóxicas. Esses elementos que o corpo não reconhece como seus são chamados de antígenos.

A pele, os pelos do nariz e as secreções da mucosa são exemplos de defesa do organismo, pois compõem barreiras físicas contra os agentes invasores. Quando elas não dão conta de conter os antígenos, começa a resposta imune. Com isso, uma série de células de defesa se mobiliza e o organismo passa a produzir os anticorpos, que são componentes que reagem de maneira específica a cada antígeno.

Se, ainda assim, o sistema imunológico não conseguir combater esses invasores surgirão as doenças, infecções e alergias. É por isso que devemos manter sempre a nossa imunidade alta, para evitar o surgimento desses quadros ou, quando for inevitável, ajudar o organismo a combatê-las e se curar mais rápido.

A importância da alimentação no aumento da imunidade

Nosso corpo é como uma máquina. Se a gente fornece combustível de boa qualidade, ela trabalha muito bem. No entanto, se abastecemos com combustível ruim, as engrenagens não conseguirão funcionar direito.

O combustível no caso do sistema imunológico são as proteínas, vitaminas e minerais, que regulam o funcionamento do organismo e garantem a produção de suas células de maneira eficiente. A alimentação, portanto, têm papel fundamental no aumento da imunidade, uma vez que um cardápio variado e rico em nutrientes é capaz de e manter o “exército” do corpo sempre em boas condições de batalha contra os agentes invasores.

Em contrapartida, o consumo exagerado de alimentos com aditivos químicos, gorduras trans e açúcares reduz a imunidade. Esses itens são inflamatórios no organismo e sobrecarregam o sistema imune.

Alimentos que ajudam a aumentar a imunidade

Uma alimentação saudável, em geral, ajuda a garantir um sistema imunológico fortalecido. Entretanto, alguns alimentos têm poderes ainda maiores quando falamos em imunidade. Confira, a seguir, quais são os itens que não podem faltar no cardápio de quem quer reforçar as defesas de seu organismo!

Probióticos e prebióticos

A flora intestinal também atua como defensora do nosso organismo. Isso porque as “bactérias do bem” que a compõem atacam os corpos estranhos que podem causar infecções no trato digestivo. Portanto, é interessante tê-la sempre em boas condições.

Nesse sentido, recomenda-se o consumo de probióticos pelo fato de serem alimentos fermentados por bactérias benéficas que conseguem ultrapassar a acidez estomacal e chegar ao intestino para reforçar a flora. Os alimentos que se enquadram nesse grupo são: iogurte, queijo, coalhada, leite fermentado com lactobacilos, gengibre em conserva, pepino em conserva, vinagre de maçã e outros.

Os prebióticos também servem de comida para essas bactérias, auxiliando a manutenção da microbiota intestinal. Eles são encontrados em alimentos ricos em fibras, como: cereais integrais, leguminosas, verduras, frutas e legumes.

Frutas cítricas

Com certeza você já ouviu falar que a vitamina C é boa para reforçar a imunidade — o que é verdade. Acontece que o nutriente é antioxidante, ou seja, previne o envelhecimento precoce das células, como as de defesa. Sendo assim, consumir regularmente os alimentos ricos em vitamina C, como laranja, limão, acerola etc., ajuda a prevenir doenças, principalmente as respiratórias.

Fontes de ômega-3

O ômega-3 é um conjunto de ácidos graxos que agem como anti-inflamatórios naturais, ajudando a fortalecer o sistema imunológico. Existem muita fontes desse nutriente, tanto vegetais quanto animais. Alguns exemplos são: azeite de oliva extravirgem, peixes de águas profundas, como salmão e atum, sementes de chia e linhaça.

Oleaginosas

As oleaginosas, como castanhas, nozes, amêndoas e outras, são alimentos poderosíssimos para a saúde. Isso porque elas contêm muitos nutrientes eficazes no aumento da imunidade. Além de ômega-3, o grupo conta também com vitamina E, zinco e selênio, que são antioxidantes e, como dissemos, evitam que as células de defesa morram antes do esperado.

Vegetais verde-escuros

Um dos nutrientes necessário para a manutenção de todas as células do corpo, inclusive as do sistema imunológico, é o ácido fólico. Portanto, é interessante incluir no dia a dia os alimentos ricos nesse componente, como o brócolis, espinafre, rúcula, couve etc.

Hábitos que ajudam na imunidade

Além de adotar uma alimentação saudável, existem outras atitudes que também ajudam a reforçar o sistema imunológico. Veja, agora, os principais hábitos que contribuem para o fortalecimento do seu organismo:

  • dormir bem: o sistema imunológico é regulado pelo organismo enquanto dormimos, portanto, o ideal é que tenhamos boas noites de sono;
  • evitar o estresse: a produção excessiva de cortisol provocada pelo estresse afeta negativamente o organismo, interferindo na regulação do sistema imunológico;
  • praticar atividades físicas: a realização de exercícios ajuda a manter o organismo funcionando bem, reduz o estresse e melhora o sono — combinação que auxilia o sistema imune;
  • tomar sol: ficar exposto ao sol por 15 minutos diariamente faz o corpo sintetizar a vitamina D, nutriente essencial para as células do organismo.

Ter rotina saudável auxilia o organismo funcionar corretamente, regulando todas as suas atividades. Seguir uma dieta adequada, em especial, é uma iniciativa que oferece força extra para as células de defesa no combate a agentes nocivos. Sendo assim, é preciso ficar sempre atendo ao nosso cardápio.

Conseguiu compreender a importância da alimentação no aumento da imunidade? Quer continuar acompanhando os nossos conteúdos? Então, não deixe de nos seguir nas redes sociais! Estamos no Facebook, YouTube, LinkedIn e Twitter.

exercício físicoPowered by Rock Convert