A entrada e saída de funcionários pode representar uma renovação do quadro de profissionais de uma empresa, permitindo gás novo nos times e recrutamento de novos talentos. Porém, altas taxas de rotatividade — ou índice de turnover —, podem não ser benéficos para o negócio e indicam a necessidade de melhorar a relação com os funcionários.

De uma maneira geral, o índice de turnover mede a taxa de saída de funcionários — seja por demissões voluntárias, seja por demissões involuntárias — em relação à quantidade de colaboradores da empresa em determinado período. Esse indicador auxilia empresários e gestores na tomada de decisão e na formulação da política de pessoal de uma companhia.

Se há uma rotatividade muito grande de trabalhadores, é sinal de que a empresa precisa melhorar a relação com seus profissionais ou desenvolver processos que favoreçam e promovam o bem-estar deles no ambiente de trabalho. Isso envolve também a política de remuneração e concessão de benefícios.

Para trabalhar com esse indicador, é preciso entender como calculá-lo e também conhecer formas de reduzi-lo, quando ele estiver muito alto. É isso o que veremos neste artigo. Por isso, continue a leitura e aproveite ao máximo os talentos da sua empresa, dando um passo decisivo para ampliar seu crescimento e otimizar gastos com rescisões trabalhistas e de recrutamento.

Como calcular o índice de turnover?

Há diferentes formas de medir a taxa de turnover. Em seguida, explicaremos como funcionam as principais:

Turnover geral

Com essa fórmula, a empresa consegue medir as entradas de novos colaboradores e as saídas de funcionários. Dessa forma, é possível entender como está funcionando a movimentação geral dos profissionais em seu negócio.

Assim, empresários e gestores têm uma noção melhor sobre os processos de admissão ou o bem-estar dos colaboradores. Tais problemas são evidenciados por um alto índice de turnover. Porém, para que se tenha certeza disso é necessário avaliar os números de forma cuidadosa.

Eis a fórmula para calcular o turnover geral: (número de admissões + número de desligamentos) / (número total de funcionários) x 100.

Turnover de desligados

Essa fórmula tem como objetivo verificar qual a eficiência da sua empresa na retenção de novos talentos, o que permite entender a atratividade de profissionais promissores e a qualidade das políticas de relacionamento, remuneração e concessão de benefícios.

Para isso, aplica-se a seguinte fórmula: número total de desligados / número total de funcionários ativos no último dia do mês anterior ao período analisado

Turnover de admissão

Se no tópico anterior abordamos uma fórmula que permite avaliar a capacidade de retenção de profissionais, agora vamos apresentar um mecanismo para testar a qualidade do processo de recrutamento e seleção de trabalhadores.

Dessa forma, é aconselhável aplicar o cálculo para funcionários com até seis meses na empresa, pois se houver uma taxa de desligamento muito alta nesse período é sinal de que aconteceu uma falha no processo de seleção. Tal falha pode ter as seguintes causas raiz:

  • escolha do profissional errado;

  • falta de capacidade em transmitir o que o trabalhador encontrará na empresa;

  • outras situações que levam o colaborador a querer mudar de emprego.

A fórmula a ser aplicada é a seguinte: número de desligados com menos de seis meses / número total de funcionários.

Pronto! Agora você sabe como calcular o índice de turnover e qual informação analisar a partir de cada cálculo. Mas será que é possível reduzir essa taxa de rotatividade? Explicamos tudo nos tópicos a seguir. Confira!

Como reduzir o índice de turnover?

O alto índice de turnover pode trazer problemas para a empresa, além de implicar em aumento de gastos, já que é necessário realizar mais processos de seleção para preencher as vagas disponíveis. Entre os principais problemas das altas taxas de rotatividade, estão:

  • redução ou perda da integração entre setores da empresa;

  • perda de conhecimentos, experiências e habilidades dos colaboradores;

  • perda de contatos com clientes, parceiros ou fornecedores;

  • mal-estar entre os trabalhadores que seguem na empresa;

  • perda de talentos e profissionais promissores;

  • aumento dos gastos com demissões, desligamentos e rescisões;

  • aumento do custo para aquisição de novos colaboradores;

  • aumento dos gastos com treinamento e capacitação de novos funcionários;

  • queda de produtividade das equipes que perdem trabalhadores.

Por isso, as empresas precisam desenvolver estratégias e mecanismos para a retenção de colaboradores e, consequentemente, reduzir os índices de turnover do negócio. A seguir apresentamos algumas dicas que podem ser aplicadas em seu negócio. Confira!

Política de benefícios

Os salários são excelentes mecanismos de atração e retenção de talentos, mas as empresas não devem focar apenas nisso. É interessante criar uma política de benefícios que atenda às necessidades e desejos dos colaboradores, oferecer horários flexíveis e implementar a possibilidade do trabalho home office.

Bem-estar dos colaboradores

Trabalhadores motivados tendem a produzir mais e, para isso, é necessário desenvolver um ambiente de trabalho agradável, que favoreça a interação social e estimule a execução do trabalho. Assim, contar com ergonomia dos móveis, priorizar a limpeza do escritório e melhorar a comunicação interna são formas de criar um escritório saudável.

Contratação

Um bom processo de seleção é essencial para reduzir a taxa de turnover. Nesse momento, é importante garantir que o profissional a ser contratado se enquadre às exigências técnicas do cargo e ao ambiente e estrutura organizacional da empresa. Afinal, um trabalhador que não se encaixa à cultura e aos objetivos de uma empresa tende a mudar de emprego.

Plano de carreira

Qualquer funcionário deseja se desenvolver em sua profissão e crescer na carreira. Por isso, é bastante importante que as empresas — independentemente do tamanho — crie planos de carreira que possam reconhecer o desempenho profissional e recompensar o empenho dos seus colaboradores, ao mesmo tempo em que tornam o trabalho desafiador.

Reconhecimento

Além de um ambiente agradável, a produtividade dos trabalhadores também está atrelada à necessidade de conceder feedbacks e reconhecer o bom desempenho dos colaboradores. Para isso, destaque os trabalhos quando forem bem feitos, elogie o bom desempenho nas tarefas e dê retorno sobre todas as atividades.

Isso também envolve a concessão de feedbacks que aponte os pontos de melhora e desenvolvimento, essenciais para que os profissionais possam melhorar o seu desempenho e tornar a empresa ainda mais produtiva e eficiente.  

O índice de turnover deve ser usado para compreender melhor o funcionamento da empresa e como ela tem se relacionado com os seus colaboradores. Dessa forma, a companhia consegue aprimorar seus processos de seleção, desenvolver estratégias para a retenção de talentos e criar mecanismos para melhorar o bem-estar dos trabalhadores.

Que tal receber as melhores informações sobre turnover e outros tópicos ligados à gestão e RH? Informação de qualidade é essencial e faz a diferença. Aprimore ainda mais os processos da sua empresa e se destaque diante da concorrência. Assine a nossa newsletter e receba em seu e-mail toda a informação que você precisa!