Marketing, vendas e desenvolvimento de produtos e serviços são processos importantes para qualquer empresa. Porém, nada disso pode ser construído com eficiência se não houver dedicação por parte da equipe de colaboradores. Nesse sentido, as métricas de RH medem esse desempenho e oferecem informações importantes.

Com esses dados, gestores de RH e empresários conseguem ter uma visão mais ampla do negócio, identificar possíveis gargalos de produção e fortalecer o seu relacionamento com o público interno. Além disso, com o uso de métricas é possível definir metas realistas e que podem ser cumpridas pelos funcionários.

Mais do que cuidar da eficiência do negócio, os indicadores são excelentes mecanismos para analisar os resultados alcançados pela empresa.

Identificando, assim, as razões para um desempenho ruim ou o que levou à superação de metas — o que permite melhorar os processos internos da companhia.

Agora que você já sabe qual é a importância de usar métricas de RH, que tal descobrir quais delas podem ser usadas na sua empresa? Então não deixe de acompanhar os próximos parágrafos!

Indicadores de Absenteísmo

Esses indicadores têm como objetivo medir a ausência dos colaboradores no ambiente de trabalho. Uma métrica bastante interessante para compreender como os funcionários se relacionam com a empresa e quais motivos os fazem se sentirem motivados ou não em seu ambiente de trabalho.

Isso acontece ao avaliar as razões que levam seus colaboradores a faltarem ao trabalho. Os Indicadores de Absenteísmo devem medir essas causas independentemente da sua motivação: problemas de saúde, questões pessoais ou até mesmo insatisfação com um colega ou a companhia em si.

Entender o que leva um trabalhador a não comparecer ao trabalho é a melhor forma de criar políticas que melhorem o clima organizacional, otimizem o ambiente de trabalho e motivem os colaboradores. Dessa forma, há menos impactos negativos em sua força de trabalho, ao mesmo tempo em que se desenvolve um clima positivo no escritório.

Indicadores de Frequência

Além de acompanhar as questões relacionadas às faltas dos funcionários, também é interessante medir o índice de frequência e pontualidade deles. Esses dados podem demonstrar qual é o nível de engajamento dos trabalhadores e como isso impacta os resultados da sua empresa.

Um funcionário pode se atrasar por vários motivos: trânsito intenso, problemas na rede pública de transporte, pouco interesse pelo trabalho, entre outras razões.

Cada uma dessas possibilidades indica o comprometimento do colaborador com a empresa e tem um impacto diferente na sua linha de produção.

Os dados gerados pelos Indicadores de Frequência podem orientar ações que demonstrem a esses colaboradores como os atrasos influenciam o seu trabalho e, de modo geral, como atingem a performance dos negócios — além de mostrar a eles a necessidade de se comprometerem mais com as suas funções.

Indicadores de Desempenho

Medir o desempenho dos seus funcionários e das suas equipes como um todo permite entender o nível de produtividade da empresa.

Trata-se de uma importante métrica de RH, pois permite identificar quais motivos influenciam o seu capital humano, o que faz os trabalhadores apresentarem melhor performance e o que prejudica a atuação deles no dia a dia.

Com isso, o setor de RH consegue desenvolver políticas mais eficientes para motivar a equipe de colaboradores e, consequentemente, aumentar o desempenho produtivo deles. Entre essas possibilidades estão:

  • escolher os treinamentos certos;

  • oferecer os melhores feedbacks;

  • desenvolver o relacionamento interpessoal;

  • orientar os colaboradores com eficiência;

  • melhorar o investimento em tecnologia.

Além de medir a performance de cada funcionário e das equipes em geral, os Indicadores de Desempenho também são importantes para acompanhar o cumprimento de objetivos e metas empresariais. Afinal, esses resultados estão diretamente ligados à produtividade dos times.

Indicadores de Treinamento

Atualmente, um dos grandes desafios que as empresas enfrentam é a retenção de talentos. Contar com profissionais de excelência pode ser complicado em um mercado competitivo, que disputa com afinco os bons trabalhadores. Por isso, é importante criar mecanismos para a retenção desses talentos.

Uma das formas de reter os funcionários competentes é demonstrar que a companhia pode colaborar com o desenvolvimento de suas carreiras.

Esse desenvolvimento pode acontecer por meio de cursos, workshops, palestras e treinamentos contínuos. A empresa precisa investir nesse tipo de política para não perder bons colaboradores para o mercado.

Dessa forma, a empresa pode fazer parcerias e apoiar os funcionários que buscam essa qualificação. Além disso, é possível envolver os colaboradores mais antigos na realização de treinamentos internos. Mas não se esqueça de medir os resultados obtidos com essa política e o que pode ser melhorado.

Indicadores de Rotatividade

Esses indicadores são de grande importância em dois aspectos: entender os motivos que levam os colaboradores a ficarem pouco tempo na empresa e como a companhia está sendo vista por outros profissionais. Entre esses índices, a taxa de turnover é uma das mais recomendadas para serem acompanhadas.

Os Indicadores de Rotatividade mostram, em um primeiro momento, se a sua empresa atrai talentos promissores ou profissionais reconhecidos.

Se os trabalhadores logo deixam a companhia, é sinal de que ela não tem um ambiente convidativo ou oferece condições de atuação inferiores a de outros lugares.

Em um segundo momento, os Indicadores de Rotatividade apontam como a sua empresa é vista pelos trabalhadores internos. Afinal, você sabe quais motivos geram os desligamentos. Com essas informações você poderá mudar a forma como se relaciona com eles e melhorar as políticas de contratação e os planos de carreira.

Indicadores de Contratação

Contratar os melhores profissionais para a empresa também é um grande desafio. Esses indicadores avaliam sua política de contratação e ajudam a desenvolver um planejamento mais eficiente para encontrar talentos promissores e trabalhadores competentes e reconhecidos no mercado em que atuam.

Por meio dos Indicadores de Contratação é possível saber quais os melhores canais para anunciar vagas de emprego, quais as melhores estratégias envolvidas no processo e como melhorar a qualidade do trabalho da empresa e contribuir para a retenção desses profissionais no futuro.

Com as métricas de RH sugeridas neste artigo você conseguirá acompanhar o desempenho dos colaboradores da empresa e mensurar o impacto de cada medida adotada pelos departamentos — processo que auxilia nas tomadas de decisão.

Gostou deste artigo sobre métricas de RH? Quer receber outros artigos interessantes? Então não deixe de assinar a nossa newsletter!