Firmar parcerias saudáveis é fundamental para o sucesso de uma empresa. Pense bem: além de contar com um time motivado e de alta performance, o negócio precisa trazer produtos ou soluções de qualidade para seus clientes internos e externos — e aqui entra a necessidade de ter aliados comprometidos para entregar bons serviços e matérias-primas. Mas, como encontrar novos fornecedores que se encaixam nessa descrição?

Essa é uma dúvida bastante comum entre empreendedores e gestores de recursos humanos, uma vez que, com tantos nomes do mercado, encontrar aqueles que melhor atenderão aos objetivos da empresa não é uma tarefa simples. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas importantes que o ajudarão a mapear novos fornecedores e ainda gerar economia. Veja!

Quando ir em busca de novos fornecedores?

Atraso nas entregas por conta de falta de insumos, que deveriam ser entregues em determinada data mas, o acordo não foi cumprido? Materiais de qualidade comprometida e/ou diferentes do solicitado quando a parceria foi fechada? Esses são alguns dos sinais de que a sua empresa precisa rever o quadro de fornecedores e ir em busca de novos parceiros.

Assim como falamos logo no início, sabemos que essa não é uma tarefa fácil. Afinal, estamos falando de parceiros estratégicos que colaborarão, direta e indiretamente, com o sucesso da empresa e dos produtos/serviços desenvolvidos. Sendo assim, se perceber sinais de que a relação com eles não está rendendo bons frutos, chegou a hora de repensar o relacionamento e ir em busca de novos fornecedores.

Por que otimizar o relacionamento com os fornecedores é crucial?

Antes das dicas de como mapear novos fornecedores, é importante tocar em um ponto que faz toda a diferença quando o assunto é firmar parcerias de sucesso. O primeiro aspecto que deve ser levantado é que ambas as partes precisam se beneficiar com o relacionamento: tanto empresa quanto fornecedor. Sendo assim, as expectativas dos envolvidos precisam estar alinhadas.

É fundamental que as equipes que cuidam da gestão de recursos criem um canal de comunicação aberto com essas parcerias, de modo a garantir que os objetivos de ambos sejam cumpridos com excelência, afinal, estamos nos tratando também de negócios. Por isso é tão necessário focar esforços em criar um relacionamento de qualidade baseado na confiança e na certeza.

Otimizar o relacionamento com os fornecedores mantém a cadeia de produção ativa, elimina dores de cabeça, permite que a empresa aja de forma antecipada caso ocorra algum imprevisto — afinal, devido à seriedade da parceria, o fornecedor certamente avisará à empresa sobre quaisquer contratempos — e, por fim, gera economia. Tendo essas informações em mente, chegou a hora de entender como encontrar parcerias ideais!

Como mapear novos fornecedores e economizar recursos?

As empresas que sabem atuar de forma estratégica quanto à elaboração de suas ações redobram o cuidado e a atenção quando o assunto é mapear novos fornecedores. Isso porque esse zelo com a montagem da cadeia de suprimentos está diretamente relacionado ao desempenho da organização.

É claro que bons níveis de produtividade dependem de vários fatores distintos, como a motivação dos funcionários, o clima organizacional, práticas que valorizem e reconheçam o esforço dos times, — como o oferecimento de benefícios e a cultura do feedback —, enfim. Contudo, entre esses fatores, também estão a garantia de insumos de qualidade, entregues no prazo adequado e na frequência estabelecida, sem riscos envolvidos.

Por isso, listamos abaixo passos fundamentais para mapear novos fornecedores de forma otimizada, ou seja, com um bom planejamento — o que contribui também para o orçamento empresarial. Vamos conferir?

Tenha os objetivos da empresa bem definidos

A primeira etapa do mapeamento de novos fornecedores é o ponto de partida que definirá o curso de todas as outras ações. Aqui, estamos falando do entendimento das expectativas da empresa, seguido das definições de seus processos e do estabelecimento daquilo que ela busca ao fechar negócios com parcerias.

Tudo isso deve ser feito com base na missão, nos objetivos e nos valores da organização, de modo a encontrar aqueles parceiros mais alinhados nesse sentido. É também nesta etapa de planejamento e análise que devem ser desenhados os processos e diretrizes de compras corporativas, bem como a estruturação do cadastro de fornecedores.

Analise a demanda

Esta próxima etapa é uma extensão da anterior, ou seja, ainda tem a ver com planejamento antes de encontrar novos fornecedores. Para mapear com sucesso, é preciso verificar a real demanda da empresa por insumos — aqui, estamos falando de dados e cálculos que devem ser compilados, analisados e verificados.

Esse levantamento deve ser feito em integração com os diversos segmentos da empresa, como produção, vendas, logística, financeiro etc, de modo a identificar todas as necessidades da companhia. Isso facilita a negociação com os fornecedores e permite a identificação daquilo que é prioridade.

Pesquise os novos fornecedores com atenção

Lembra que comentamos sobre o peso dos fornecedores em relação ao bom funcionamento da empresa? Pois é, é crucial encontrar parcerias que não só ofereçam itens de qualidade, como também que respeitem os prazos propostos e apresentem preços condizentes.

Contudo, ouvir do fornecedor que ele é capaz de cumprir com tudo isso definitivamente não é garantia de que a cadeia de suprimentos correrá conforme o desejado. Sendo assim, não hesite em pesquisar bastante sobre os nomes mapeados e reunir o máximo de informações possível sobre eles, como depoimentos de clientes atuais, recomendações de outras pessoas na internet e por aí em diante.

Além disso, é importante ressaltar que o fornecedor também deve respeitar as práticas socioambientais e legais. Justamente por esse motivo a pesquisa é fundamental. Verifique se os nomes mapeados estão em dia com a legislação trabalhista, previdenciária e fiscal e se adotam o uso responsável de recursos naturais, por exemplo.

Pular essa etapa é um erro que pode trazer consequências gravíssimas para a empresa e sua imagem. Afinal, ao fechar contrato, ela assume uma corresponsabilidade com o fornecedor e passa a estar relacionada a ele.

Como você pôde perceber, mapear novos fornecedores e otimizar o relacionamento com essas parcerias são passos muito importantes para não comprometer o orçamento empresarial e, ainda, potencializar resultados. Sendo assim, não deixe de colocar em prática as dicas do conteúdo para firmar parcerias de sucesso que ajudarão o seu negócio a crescer — ou seja, todas as partes envolvidas saem ganhando. Interessante, não é mesmo?

Por falar em parcerias, temos um artigo que vai ajudá-lo a fazer um bom processo de qualificação de fornecedores. Aproveite a sua visita no blog e confira. Esperamos você !