Um dos maiores desafios das empresas, atualmente, é instituir uma política de benefícios capaz de atrair e reter os melhores colaboradores para a equipe. Nesse contexto, o vale-refeição é visto como um grande diferencial, já que demonstra maior comprometimento com o funcionário.

Apesar de o fornecimento do vale-refeição não ser obrigatório, nota-se, com esse benefício, melhorias significativas na produtividade e na satisfação do empregado, como também reflexos positivos na própria saúde e no ambiente de trabalho.

O vale-refeição permite a aquisição de alimentações já prontas em estabelecimentos como lanchonetes e restaurantes que aceitem o cartão. Mas muitas empresas ainda têm dúvidas na hora de contratar e conceder esse benefício aos funcionários.

Para responder à pergunta “como oferecer vale-refeição para meus colaboradores?”, trouxemos um passo a passo para você, neste artigo. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

As vantagens de oferecer o vale-refeição

Além de atrair os melhores profissionais, o vale-refeição é, sem dúvida, uma motivação extra para os colaboradores. Uma grande vantagem do serviço para o associado é que ele possibilita a liberdade de escolha, já que o funcionário pode optar por comprar sua refeição baseado nos seus hábitos e nos locais de sua preferência.

As empresas que oferecem esse tipo de benefício também acabam ganhando, pois há uma melhoria no relacionamento com os empregados. Além disso, o incentivo diminui a rotatividade e reduz os custos, já que os colaboradores ficam mais satisfeitos.

Outras vantagens, como melhoria da capacidade e da resistência física dos trabalhadores, redução de doenças relacionadas a hábitos alimentares e aumento na produtividade e na qualidade dos serviços, são possíveis quando o vale-refeição é oferecido.

Passo a passo para oferecer vale-refeição

Em primeiro plano, a forma mais comum de fornecer o vale-refeição é por meio dos cartões, como os de crédito, em que as empresas depositam o valor mensalmente. Eles são os substitutos dos tickets, utilizados há um tempo.

Confira, a seguir, os 6 passos de como oferecer vale-refeição para os colaboradores!

1. Aderir ao PAT

O Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), instituído pela Lei n°6.321, de 14 de abril de 1976, tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida e da alimentação dos trabalhadores, concedendo incentivo fiscal para as empresas que o aderirem.

Para aderir ao PAT e oferecer devidamente o vale-refeição, é necessário realizar um cadastro. O processo é feito de modo bem simples: basta acessar o site do Ministério do Trabalho (MT) e preencher o formulário de registro. Em caso de dúvidas sobre o processo de adesão, o MT deixa disponível a cartilha PAT Responde.

A adesão ao programa é feita de modo voluntário, isto é, não é obrigatoriedade da empresa estar associada a ele. No entanto, caso o benefício seja oferecido por uma empresa não inscrita no PAT, deverá ser feito o recolhimento do valor concedido para o colaborador junto ao Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS) e ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

2. Calcular valor do benefício

O PAT recomenda que o valor do crédito oferecido deve ser suficiente para que o trabalhador tenha, de fato, acesso a uma alimentação saudável e adequada.

Pesquisas da Associação Brasileira de Benefícios ao Trabalhador (ABBT), no ano de 2017, mostram que o valor diário para uma refeição é, em média, de R$20,00. Considerando-se um mês de 22 dias úteis, esse valor fica em torno de R$450,00 por pessoa.

Baseado nesses dados, você pode avaliar se o valor fornecido no cartão vale-refeição dos seus colaboradores está conforme a média da região em que eles trabalham.

3. Calcular descontos em folha de pagamento

Segundo as normas estabelecidas pelo PAT, a empresa que opta por conceder o benefício aos seus funcionários pode descontar do salário de cada trabalhador até 20% do valor referente ao custo dos benefícios repassados.

Essa concessão é determinada no contrato de trabalho ou em convenções coletivas. No entanto, o benefício não deve ser incorporado ao salário segundo todos os efeitos legais.

Cabe ressaltar que a quantia do valor dos proventos concedidos aos funcionários paga pelo empregador que se inscreve no PAT é isenta de encargos sociais, como contribuição para o FGTS e contribuição previdenciária.

4. Escolher administradora de cartão

Gerir o fornecimento de benefícios aos colaboradores pode sobrecarregar a equipe financeira e o RH. Por essa razão, muitas empresas optam por terceirizar o serviço, contratando companhias especializadas. Dessa forma, você evita prejuízos, gastos desnecessários e realiza o pagamento de forma correta.

Nessa hora, é importante verificar quantos estabelecimentos aceitam o pagamento das refeições por meio do vale e pesquisar os valores cobrados pelas empresas do segmento. Também é importante checar se a administradora oferece confiabilidade e flexibilidade. Além disso, é preciso avaliar se a empresa é segura, se tem um bom atendimento e se os serviços são ágeis.

É importante ressaltar que existem diversas companhias nesse segmento no mercado, com excelentes condições comerciais. É o caso da VR Benefícios — uma empresa com mais de 40 anos, conhecida pela excelente qualidade de atendimento e pelas menores tarifas.

5. Cadastrar os funcionários

Todas as etapas de implantação, emissão de cartão, envelopamento, distribuição e manutenção do serviço são administradas pela empresa de benefícios contratada.

Primeiramente, é realizado o cadastro do seu estabelecimento no site da empresa. Em seguida, é feito o credenciamento online dos funcionários, que terão acesso a uma conta para verificar o saldo disponível.

6. Entregar o cartão

Dito isso, é a hora de entregar o cartão aos seus funcionários. A administradora do benefício oferecerá todo o suporte para a transição aos funcionários. Vale lembrar que, como forma de garantia, no momento da entrega, a empresa deve solicitar a assinatura de um documento, por meio do qual o empregado informa ter recebido o cartão concedido pela empresa.

Por fim, se todas as etapas forem consideradas, o vale-refeição será uma ótima opção para deixar os colaboradores satisfeitos e motivados!

Agora que você já tem a resposta para a pergunta “como oferecer vale-refeição para meus colaboradores?”, que tal conhecer os nossos serviços? Entre em contato conosco, tire suas dúvidas e conheça nosso grande diferencial. Basta acessar a página da VR Benefícios!