A pandemia causada pelo novo coronavírus modificou bastante a rotina das pessoas, já que o distanciamento social é a principal medida de proteção. Com isso, algumas atividades se tornaram mais difíceis de ser realizadas — como passeios de lazer, ida a restaurantes e, até mesmo, compras no supermercado.

É comum sentir receio de sair de casa e se expor ao vírus, mas a necessidade de abastecer a despensa, assim como a vontade de comer algo diferente, continua existindo. Então, muitas pessoas têm se perguntado: é seguro pedir delivery agora? Felizmente, já há uma série de informações para oferecer mais segurança aos brasileiros nesse momento.

De fato, é preciso ter cuidados especiais ao receber seu pedido. Neste post, reunimos dados e orientações relevantes para que você se mantenha atualizado sobre o assunto. Confira!

Pedir delivery é seguro?

De modo geral, fazer pedidos de delivery é uma forma segura de reagir durante a pandemia. Inclusive, configura-se como uma estratégia para diminuir sua exposição, pois coloca em prática o distanciamento social e evita a sua saída de casa. Por isso, as entregas de comida estão cumprindo um papel essencial nesse período.

Pedir seus pratos favoritos pelo delivery ajuda a manter um pouco da rotina, mesmo em situações de dificuldade para sair e fazer atividades de lazer. Além disso, solicitar entregas de produtos dos supermercados é uma boa opção para não frequentar locais fechados e com muitas pessoas — especialmente para quem faz parte do chamado grupo de risco.

O delivery sempre foi uma alternativa prática e rápida para quem não pode ou não deseja sair de casa em algum momento. Assim, ele continua eficiente nessa função durante a pandemia. Inclusive, os pedidos vêm aumentando bastante desde que as medidas de distanciamento social tiveram início no Brasil e muitas pessoas estão trabalhando em casa.

De outro lado, é preciso dizer que existem alguns cuidados importantes a tomar. Afinal, a situação atual não é a mesma de alguns meses atrás, quando os pedidos podiam ser recebidos sem maiores preocupações. Hoje em dia, é interessante conhecer alguns aspectos de higienização para reduzir ainda mais os riscos na quarentena.

O que fazer ao receber o pedido?

Agora que você viu que pedir delivery é seguro e que alguns cuidados de higiene diminuem ainda mais os riscos, é importante ter orientações sobre o que fazer. Em primeiro lugar, vale a pena ter atenção com o restaurante ou o mercado escolhido para fazer a encomenda. É fundamental que o local esteja valorizando as boas práticas em relação ao coronavírus.

Assim, cuidados com a higiene na cozinha e os próprios processos de embalagem e entrega, por exemplo, são essenciais. Por isso, pode ser interessante dar preferência para pedidos em comércios que você já conhece e confia. Em caso de dúvida, também é possível ligar ou enviar mensagem pelo aplicativo.

Veja, agora, outros hábitos que farão a diferença na sua segurança.

Pagar pelo aplicativo

Apesar da possibilidade de realizar pedidos de delivery diretamente pelo telefone do restaurante, vale a pena utilizar aplicativos para isso. A razão é que a tecnologia oferece a facilidade de fazer o pagamento pela internet, com uso do seu cartão de débito ou crédito cadastrado. Desse modo, a necessidade de contato com o entregador diminui.

Logo, se você tem essa opção, prefira pagar pelo aplicativo. Caso não seja possível, é preferível usar cartão de crédito ou vale-refeição, no lugar de dinheiro. Isso porque o dinheiro, normalmente, já apresenta um risco maior de transmissão de vírus e bactérias — perigos que são ainda mais relevantes agora.

Se o seu pagamento se der por cartão diretamente com o entregador, lembre-se de lavar as mãos depois de tocar na maquininha. Além disso, higienize o cartão (a limpeza pode ser feita com álcool 70%). Em caso de usar dinheiro, tenha atenção redobrada ao guardá-lo e ao lavar as mãos.

Não ter contato com o entregador

Um dos principais objetivos de pagar diretamente pelo aplicativo é evitar o contato com a pessoa que faz a entrega. Afinal, estamos em distanciamento social e os entregadores podem se relacionar com diversos clientes e colegas ao longo do dia. O ideal é que haja uma distância de pelo menos dois metros entre as pessoas.

Assim, em casos de pagamento pelo aplicativo, é possível evitar o contato direto solicitando que sua entrega seja deixada em algum local, sem que você precise recebê-lo pessoalmente. Os aplicativos de entrega possibilitam que o cliente deixe uma mensagem para o entregador e mostre como prefere receber a encomenda.

Uma opção para quem mora em condomínio é solicitar que a comida seja entregue na portaria. Além disso, o entregador pode também colocar o pedido na porta da sua casa e avisar. Assim, depois que ele sair, você consegue pegar a embalagem sem contato direto com a pessoa.

Descartar ou lavar as embalagens

Um cuidado interessante para quem recebe delivery é em relação às embalagens. Elas são manuseadas por muitos funcionários e o vírus pode se manter nos materiais por períodos diferentes. Então, o melhor é descartá-las e evitar o contato delas com superfícies e pessoas em casa.

Alguns materiais, como plásticos mais duráveis, podem ser higienizados com álcool em gel. Já sacolas de papelão ou plástico devem ir para o lixo. Além disso, lembre-se de passar álcool ou lavar superfícies onde as embalagens sejam colocadas inicialmente — o chão ou a pia da cozinha, por exemplo.

Enquanto estiver manuseando as embalagens, não se esqueça de que não deve tocar no rosto. Evite também o contato com utensílios e objetos, pois todos deverão ser lavados depois. Com tais cuidados, sua alimentação pode ser feita de maneira segura e tranquila.

Higienizar os alimentos

Ao que tudo indica, o novo coronavírus não é transmitido por meio da comida. É preciso um hospedeiro animal ou humano. Então, os cuidados essenciais são mesmo em relação ao contato social e às embalagens (que podem conter vírus por meio do manuseio de outras pessoas).

De qualquer forma, existem medidas de higiene fundamentais para evitar doenças causadas por outros motivos, como bactérias. Sendo assim, é válido realizar, por exemplo, a higienização comum de frutas com uma solução de cloro.

Além disso, alimentos embalados (como arroz ou feijão) podem ser higienizados ainda fechados, com detergente ou álcool.

Lavar as mãos após pegar nas embalagens

Por fim, temos o cuidado mais importante de todos: lavar as suas mãos. Parece muito básico, mas na nossa rotina normal, frequentemente, colocamos as mãos no rosto ou tocamos em objetos sem perceber. Com a ameaça do coronavírus, é preciso ter atenção com isso.

Então, lave as mãos ao receber o pedido e repita o procedimento depois que acabar a higienização dos produtos e das embalagens. Fique atento, ainda, às superfícies e itens onde você pode ter tocado — lavá-las ou passar álcool ou cloro é importante.

Seguindo essas orientações, é seguro pedir delivery e continuar consumindo os pratos que você gosta normalmente. Dar preferência aos pedidos é, até mesmo, uma forma de se resguardar ainda mais e cumprir o distanciamento. Nesse momento, é fundamental cuidar da saúde e da imunidade!

E então, nosso post ajudou você? Aproveite a visita ao nosso blog para ver dicas relevantes de como diminuir o desperdício e aproveitar alimentos que tem em casa!

exercício físicoPowered by Rock Convert