A transformação digital está por toda a parte. Os smartphones são verdadeiros computadores com acesso ao mundo na palma de nossas mãos. É possível, por exemplo, realizar transações bancárias, agendar consultas médicas ou comprar ingressos para o cinema sem nem precisar sair de casa.

As empresas que desejam seguir competitivas no mercado precisam acompanhar essas evoluções e proporcionar uma boa experiência para os clientes. No setor de alimentação, muitas novidades já estão impactando grande parte das pessoas, principalmente depois do surgimento dos aplicativos de entrega.

E se você é proprietário de um restaurante e ainda não adota as facilidades da tecnologia em seu negócio, este artigo será muito útil! A partir da leitura, você vai entender o que é, de fato, a transformação digital e como ela está influenciando todos os setores do mercado. Ao final, você ainda verá dicas excelentes para começar a aproveitar dessas vantagens em seu estabelecimento. Confira!

Transformação digital: você sabe o que é isso?

A transformação digital é um processo em que as organizações utilizam a tecnologia, a fim de obter ganhos em produtividade, tempo e qualidade para seus produtos e serviços. As mudanças podem ser aplicadas em todas as áreas do negócio, desde as administrativas até as operacionais e estratégicas. A seguir, entenda mais a fundo essa questão.

Transformação digital no setor administrativo

Os setores administrativos da empresa, — tais como o RH, contabilidade e financeiro —, são fundamentais para dar suporte ao negócio. Neles, a transformação digital atua principalmente na otimização de processos burocráticos e repetitivos. 

Sendo assim, no lugar de ter uma pilha de formulários e processos morosos que dependem da disponibilidade de algumas pessoas, os sistemas de gestão tornam toda essa rotina mais prática. Boa parte das tarefas é feita de forma automatizada, gerando respostas mais eficientes e seguras.

Além de economizar tempo e esforços, as soluções em tecnologia para áreas administrativas geram uma base de dados muito importante para a tomada de decisão estratégica, como veremos melhor mais à diante. 

Transformação digital no setor operacional

Quando pensamos em tecnologia para o setor operacional, logo nos vem em mente a imagem de robôs em fábricas executando tarefas ao longo de esteiras. Porém, não é só na indústria que a tecnologia gera benefícios operacionais. No ramo da alimentação, existe uma grande evolução dos equipamentos para cozinha e dos sistemas de gerenciamento do atendimento.

O uso da tecnologia na cozinha permite a redução no tempo de preparação dos pratos, no desperdício de ingredientes e no tamanho da equipe necessária para a rotina diária. Já no setor de atendimento, ela melhora a experiência dos consumidores, por meio de tablets, que ocupam o lugar dos cardápios, uso de app de entregas, vendas online entre outras coisas.

Transformação digital na estratégia da empresa 

Por fim, na parte estratégica, o maior ganho é em relação ao volume de dados e informações que são obtidos pela empresa. Análises que até pouco tempo atrás não eram sequer imaginadas, hoje fazem parte da rotina dos decisores do negócio.

Um bom exemplo é um relatório dos produtos com a melhor aceitação do mercado. Antes, isso só poderia ser feito com base no volume de vendas. Atualmente, é possível coletar a opinião dos clientes ao final da compra. O percentual de aprovação do produto em relação à quantidade vendida pode mostrar potenciais interessantes a serem explorados.

Cadastrar seu negócio em aplicativos de entregas também ajuda na expansão da praça. Afinal, os custos com o fretamento são bem menores do que contratar funcionários próprios. Além disso, o empresário ainda colabora com geração de renda dos profissionais autônomos.

Como a transformação digital está impactando a sociedade e a forma de consumo?

A transformação digital é implementada nas empresas mas também reflete na sociedade como um todo. A adoção da tecnologia no cotidiano provocou importantes mudanças no comportamento de consumo, principalmente em relação aos itens a seguir.

Comodidade

Se um pessoa está em casa, debaixo das cobertas, assistindo a um filme e sente fome, ela tem duas alternativas. A primeira é de ir até a cozinha e preparar algo. A segunda é comprar algo pronto. Nesse cenário, ela provavelmente vai optar por comprar fora e, sequer ir ao estabelecimento, fazendo o pedido pelo aplicativo. É a decisão mais cômoda!

Os atuais consumidores querem resolver seus problemas da forma mais simples e menos desgastante possível. Por isso, outro exemplo é: se o seu consumidor-alvo está no trabalho e o dia está bastante corrido para ele, provavelmente ir ao restaurante pode tomar muito o seu tempo. Então, a melhor opção é fazer um pedido e otimizar suas horas disponíveis.

Nesses momentos, os restaurantes que realizam vendas online, que estão cadastrados nos principais aplicativos de entregas e que trabalham a sua marca no mercado saem na frente. Não importa tanto a distância, afinal não é o cliente quem vai se deslocar. O que a empresa precisa é estar onde os clientes a procuram.

Imediatismo

A chegada da internet acelerou a vida de todos. Nas décadas passadas, uma pessoa enviava uma carta a um parente distante e ela levava dias para chegar ao seu destino. A resposta demorava ainda mais tempo e, muitas vezes, sequer chegava. Hoje, conseguimos conversar com pessoas do outro lado do mundo instantaneamente.

Essa aceleração mudou a percepção de tempo das pessoas. A resposta de uma mensagem enviada ao Whatsapp do restaurante não pode levar mais do que 5 minutos, pois a pessoa do outro lado pode pensar que não está sendo atendido. Assim, as entregas precisam ser feitas em poucos minutos, os pratos devem ficar prontos com mais agilidade.

Nesse sentido, as exigências dos clientes estão mudando a forma como as empresas realizam seus processos. A busca pela eficiência operacional nunca esteve tão relacionada à redução de tempo quanto nos dias atuais.

Acessibilidade

O acesso à informação é o principal ponto que define a era na qual estamos. Pessoas do mundo inteiro têm acesso direto a uma infinidade de informações, que antes eram passadas por intermediários, em suas versões. Agora, cada um pode buscar as respostas que precisa e tirar suas próprias conclusões.

Todo esse acesso fez com que as empresas passassem a tomar muito mais cuidado com o que fazem e, principalmente, como o que dizem. As redes sociais estão cheias de exemplos de posturas desaprovadas pelos usuários, o que acaba abalando a imagem de uma marca.

Poder de escolha

A concorrência é algo que faz parte da engrenagem do mercado. A diferença é que agora ela está muito mais acirrada. São diversos negócios oferecendo produtos e serviços similares, dando aos clientes um leque maior de opções. As empresas que não oferecem algum diferencial, acabam ficando em desvantagem. 

As pessoas procuram por tudo o que precisam na internet. Elas encontram o restaurante mais perto de onde estão, o que outras pessoas acharam do local, qual é a sua faixa de preço, o horário de funcionamento e inúmeras outras informações. Sem falar nos aplicativos de entrega, que proporcionam ainda mais opções — como acompanhar o status do pedido.

Quais são os desafios enfrentados no processo de transformação digital?

A transformação digital traz muitas vantagens para o negócio, mas também exige alguns esforços. É uma mudança de grande impacto em todos os setores da empresa, o que gera diferentes desafios, como vamos mostrar nesta parte.

Investimentos em tecnologia

A tecnologia é a base da transformação digital. Por isso, o investimento em equipamentos e softwares mais modernos é essencial para que a empresa consiga obter todos os benefícios esperados ao final do processo. 

Como as soluções de ponta costumam ser caras, nem todo tipo de empresa consegue arcar com os custos de implementação, inviabilizando o projeto. Contudo, já existem muitas soluções a baixos custos que ajudam pequenos empresários a melhorar a sua rotina e presença de mercado. 

A dica é começar com investimentos menores. Na medida em que os resultados forem melhorando e houver mais disponibilidade de capital, a empresa pode aumentar seus investimentos em tecnologia e evoluir aos poucos.  

Adaptação de processos

A tecnologia não é nada sem os processos. Ela automatiza etapas e tarefas, facilita a circulação de informações, mas sozinha, não faz nada. A grande dificuldade de muitas organizações está exatamente em compreender seus processos e quais são seus principais pontos de melhorias que precisam ser adaptados antes da chegada de um novo sistema.

A melhor solução para esse desafio é contar com a ajuda de profissionais. Existem diversas empresas de consultoria no mercado que contam com o conhecimento e a experiência necessários para ajudar nessa jornada. O olhar de alguém de fora, e com toda essa bagagem, é mais apurado e enxerga problemas e soluções que passam despercebidos ao longo da rotina de trabalho.

Capacitação da equipe

Mudanças em processos e novas tecnologias impactam no dia a dia dos colaboradores. Todas as empresas que passam por esse processo entendem a importância de realizar treinamentos para que todos aprendam a utilizar as novas ferramentas. O que muitos acabam se esquecendo é que uma boa adaptação requer um pouco mais.

Além de aprender a parte técnica, as pessoas precisam entender as mudanças de uma forma mais ampla. Não se trata apenas de substituir o sistema pela planilha, mas de perceber que existe uma evolução maior por trás de tudo isso.

Nesse sentido, o papel da organização é preparar seus colaboradores para essa evolução. Investir em programas de capacitação e de treinamentos comportamentais é a melhor forma de garantir que toda a empresa cresça e se desenvolva.

Mudança de mindset

O mindset nada mais é do que a forma de pensar sobre algo. No Brasil, utilizamos um termo que traduz muito bem essa palavra que é “virar a chave”. 

Imagine um colaborador que tem em torno de 40 anos, já está há mais de 20 anos de empresa e, ao longo de todo esse tempo, pouca coisa mudou até a chegada da tecnologia. Em sua mente, ele está acostumado a realizar suas tarefas seguindo sempre os mesmos protocolos.

Se a empresa implementar um novo sistema que muda a sua rotina de forma impositiva, sua primeira reação será a rejeição. Por outro lado, se houver um trabalho de preparação e de mudança de mindset, esse colaborador estará muito mais receptivo às mudanças e apresentará uma melhor performance. 

Por que a transformação digital se tornou uma questão de sobrevivência no mercado?

Até alguns anos atrás, as empresas conseguiam se manter no mercado sem ter que adotar grandes mudanças tecnológicas. Por mais que seu crescimento ficasse limitado, era possível sustentar um negócio pequeno por bastante tempo. Depois da popularização dos smartphones, essa alternativa é praticamente impossível. Vamos mostrar alguns dos motivos logo abaixo.

O perfil dos consumidores mudou

Os consumidores têm novos hábitos, frutos das evoluções do meio em que vivem. O dia é mais corrido, as tarefas se acumulam e não sobra tempo para fazer tudo o que gostariam. Muitas vezes, deixam de sair para almoçar em um restaurante, com o intuito de terminar alguma tarefa mais urgente.

Os estabelecimentos que não oferecem soluções que facilitem a vida dessas pessoas acabam perdendo espaço no mercado. Elas vivem diferentes momentos: há dias em que querem se sentar em um ambiente bacana para fazer suas refeições, mas, em outros, precisarão pedir comida via aplicativo.

O mercado evolui com rapidez

Da mesma forma que os consumidores mudaram seu comportamento de compra, as empresas já estão se adaptando a esse novo cenário. O setor de tecnologia enxerga novas soluções para os problemas que vão surgindo, ao passo que as empresas mais ousadas encaram o desafio do novo e se destacam entre as demais.

Em pouco tempo, o que era uma grande novidade e um diferencial, se torna um requisito para se manter na média do mercado. Hoje, não ter serviço de entrega consiste em um fator dificultador para o desenvolvimento do negócio. Os que permitem o pagamento da compra à distância com o vale-refeição já estão acima dessa média.

A concorrência está mais acirrada

A tecnologia permite que pequenos negócios tenham acesso a muito mais pessoas. As redes sociais, sites e aplicativos favorecem as divulgações de produtos e promoções para pessoas que estão mais distantes e que dificilmente teriam saberiam da existência do local de outra forma. Ainda, os anúncios pagos podem ser direcionado para públicos mais específicos.

Sem essas facilidades, concorrer com outros estabelecimentos se torna muito mais difícil. Isso porque a empresa fica a mercê da sorte, esperando que as pessoas passem pela sua porta e se interessem pelo lugar. Assim, muitas oportunidades são perdidas e quem acaba conquistando esses clientes são os concorrentes.

A tecnologia permite a redução dos custos

A tecnologia proporciona muitos benefícios, mas um dos mais importantes, do ponto de vista do empreendedor, é a redução de custos. Quando eles são mais baixos, fica mais fácil oferecer um preço competitivo sem prejudicar a margem de lucro. Além disso, sobra um capital para ser investido no crescimento do negócio.

Os fatores que influenciam nessa redução de custos podem ser percebidos em diferentes setores da empresa, desde a parceria com fornecedores até o atendimento, passando pela cozinha. Entre os itens de maior destaque, estão:

  • redução no uso de papel;
  • uso de equipamentos mais econômicos;
  • melhoria na gestão de compras;
  • redução na quantidade de colaboradores;
  • melhoria na relação com fornecedores;
  • otimização dos processos;
  • redução de desperdícios;
  • melhoria na gestão de estoque.

O que posso fazer para entrar nessa nova era digital?

Depois de conhecer um pouco mais sobre a transformação digital e a sua importância para as empresas, a pergunta que surge é: mas, afinal, como entrar nessa nova era digital? A resposta é: você vai precisar se preparar!

Confira, a seguir, uma série de dicas que listamos para ajudar você nessa empreitada.

Acompanhe as novidades do seu setor de atuação

A primeira dica é se manter atualizado. Vivemos na era da informação, temos acesso a muitos materiais por meio da internet e você deve utilizar isso a seu favor. Uma boa estratégia é participar de grupos de profissionais do setor nas redes sociais. Neles, são discutidos assuntos do dia a dia de bares e restaurantes, e muitas informações ricas para o negócio são trocadas por lá.

Outra sugestão é ficar atento aos principais eventos relacionados ao seu negócio. Feiras do setor de alimentação, palestras e workshops sobre gestão são alguns dos exemplos de eventos para se manter em dia como o que está acontecendo à sua volta. Isso ajuda a antecipar certas decisões que podem aumentar seu faturamento e a sua participação no mercado.

Invista em softwares e equipamentos mais modernos

Não dá para falar em como entrar para a era digital sem citar a tecnologia. Se você é do tipo que ainda resiste a ferramentas mais modernas, saiba que isso está prejudicando o sucesso do seu negócio. Mudar nem sempre é uma coisa fácil, mas é necessário.

Os investimentos em sistemas de gestão, aplicativos para celular e equipamentos de alta tecnologia podem parecer um pouco pesados em um primeiro momento, mas o retorno que eles proporcionam valem cada centavo. Além de reduzirem muitos custos, eles ajudam a atrair novos consumidores, entregar refeições de maior qualidade e conquistar a fidelidade dos clientes.

Adapte seus processos ao digital

Nem todos os processos permanecerão iguais após a chegada da tecnologia. Alguns serão extintos, novos surgirão e a maioria que restar sofrerá algum tipo de adaptação. Por isso, antes de implementar um novo sistema ou equipamento, é importante contar com o apoio de um profissional especializado em otimização de processos.

Vale ressaltar que cada empresa tem suas particularidades e o que funcionou bem para uma não necessariamente funcionará para a sua. É preciso estudar o cenário de forma mais abrangente e conhecer metodologias e ferramentas de gestão que se enquadrem melhor. Fazendo isso, o processo de mudança será bem mais tranquilo e eficaz.

Prepare a sua equipe para novos desafios

Como mencionamos, a transformação digital provoca mudança em todos os setores da empresa e algumas pessoas têm mais dificuldade em abraçar o novo que outras. O sucesso de um projeto dessa magnitude depende muito da adaptação dos profissionais às novas rotinas, a fim de aproveitar melhor o potencial de cada solução.

A dica é colocar a preparação ao longo de todo o projeto. Comece com treinamentos comportamentais e adote uma cultura de feedback. Tranquilize seus colaboradores a cada etapa e mostre que essas mudanças vieram para tornar a vida de todos melhor. Não deixe que incertezas e descontentamentos evoluam, trate-os com o máximo de agilidade e evite que eles gerem um problema maior.

Cuide dos seus recursos humanos

A tecnologia é importante e necessária, mas nada substitui completamente os seres humanos em uma empresa. Por isso, não apenas aposte todas as suas expectativas em softwares e equipamentos. Cuide também das pessoas que estarão por trás de tudo isso.

Os treinamentos são importantes para ajudá-las a operar a tecnologia de forma mais eficiente, mas é necessário ir além da parte puramente profissional. É preciso enxergar os colaboradores de modo individualizado, garantindo que todos estejam satisfeitos e motivados para realizarem suas entregas.

É uma questão de humanidade em relação à sua equipe, mas também é algo que os consumidores têm exigido, como a postura da empresa. São dois benefícios em uma única atitude. Ações simples, como se colocar à disposição para ouvir o que cada um tem a dizer, já são o suficiente para melhorar o clima organizacional e gerar bons resultados.

Enfim, a tecnologia veio para tornar nossas vidas mais fáceis e práticas. Como consumidores, sabemos da importância que ela têm em nosso cotidiano. Como empresa, é necessário estar atento às principais tendências e exigências do mercado, a fim de manter o negócio vivo e saudável.

A transformação digital é um movimento necessário do processo evolutivo. Se você ainda não tinha pensado em fazer parte dele, depois de ler este artigo a sua opinião deve ter mudado pelo menos um pouco, não é mesmo? O importante é ter consciência da sua importância e buscar o que é melhor para o crescimento do seu restaurante.

O conhecimento é uma das bases da boa gestão de empresas, mas nem sempre sabemos onde buscar informações verdadeiras e de qualidade. Que tal, então, receber conteúdos ricos como este diretamente em seu e-mail?

Assine, agora mesmo, a nossa newsletter e tenha acesso às dicas, informações e novidades sobre gestão no setor de alimentação!