Às vezes, você sente que as contas da empresa o deixam em um beco sem saída? Parece que todo o seu esforço tem sido em vão? Não desanime! Vamos dar 8 ideias inovadoras para reduzir custos na sua empresa de forma muito simples. 

A dica principal é: comece pelas pequenas atitudes. Essas simples ações engajam os funcionários na contribuição para uma maior economia de custos até que isso se torne uma rotina na empresa. Está curioso para saber quais são as ideias? Então vamos começar!

1. Sinalize

Sabe aquelas plaquinhas sinalizadoras que encontramos em todos os lugares e que nos ajudam a reconhecer a direção? Então, isso pode ser usado em sua empresa para estimular os funcionários à adoção de alguns hábitos que devem ser mantidos em prol da economia.

Assim, você pode começar distribuindo plaquinhas de: “Apague a luz”, “Imprima só o necessário”, “Traga sua caneca ou garrafinha de água”. São ações simples e fáceis de adotar e que lembram as pessoas de que elas poderiam economizar naquele momento.

2. Compre copos de vidro ou canecas personalizados

Você deve estar pensando: “como uma dica para economizar começa falando para comprar alguma coisa?” Já vamos explicar!

O gasto com copos descartáveis em empresas é muito alto. Normalmente, a cada vez que vai tomar água, o trabalhador pega um novo copo sem se lembrar de que ele demora cerca de cem anos para se decompor na natureza.

Ou seja, usar copos descartáveis não é bom nem para o meio ambiente e nem para as finanças da organização. Por isso, uma forma de economizar muitos copos descartáveis é presenteando cada funcionário com um copo de vidro ou uma caneca.

Nesse copo, pode estar escrito o nome do funcionário, a logomarca da empresa e alguma mensagem para reflexão, por exemplo: “beba mais água”, “hidrate-se”, ou “obrigado por cuidar do planeta”.

Muitas instituições já adotaram essa ideia e concluíram que a economia é certa, além de ser uma ação de responsabilidade ambiental. O SEBRAE/MS, por exemplo, lançou a campanha “Caneque-se” para estimular a substituição do copo descartável. Isso gerou a redução de cerca de mil copos descartáveis por funcionário por ano.

3. Economize energia elétrica

Você deve fazer uma análise da quantidade de lâmpadas que estão sendo usadas em sua empresa e que podem ser reduzidas. Se o ambiente é muito escuro, às vezes, pintar as paredes de cores claras já é uma solução que possibilita eliminar algumas lâmpadas.

Verifique também qual é o tipo de lâmpada que está sendo utilizada. Dê preferência para as de LED, que consomem menos energia.

O ar-condicionado também é outro vilão da conta de energia. É preciso avaliar se é realmente necessária a sua utilização durante todo o dia. Abrir as janelas quando não estiver muito calor é uma boa alternativa para aproveitar a luz e a ventilação do ambiente e economizar.

Além disso, como aliados da economia de energia estão os sinalizadores que abordamos na primeira dica. Distribua plaquinhas de “Apague a luz” e “Desligue os aparelhos antes de sair”. Isso ajuda a evitar que esses equipamentos fiquem ligados consumindo energia à toa.

4. Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia e seus aparatos podem ser verdadeiros aliados para a economia de custos. Vamos explicar como!

Desestimule impressões desnecessárias

Principalmente nas empresas, o consumo de papel é altíssimo. Muitos colocam a culpa disso na burocracia, mas a verdade é que as pessoas se acostumaram a imprimir tudo.

Por isso, para desestimular esse hábito, você deve incentivar a utilização de recursos eletrônicos para resolver problemas.

Prefira reuniões online

Você pode dar preferência a reuniões online, sem sair do seu escritório. Por meio do Skype, é possível se reunir com pessoas em qualquer lugar do mundo. Imagine o quanto você vai economizar, se, em vez de viajar a negócios, optar por utilizar uma ferramenta gratuita.

5. Institua o banco de horas

Outra forma de economizar é alterando as opções utilizadas em relação aos funcionários. Em vez de pagar as horas extras, você pode instaurar o banco de horas. Com isso, essas horas poderão ser revertidas em folgas, que poderão ser programadas pelos próprios colaboradores.

Assim, você não terá o desembolso com horas extras, além de ser um benefício também para o funcionário, pois ele terá flexibilidade para agendar suas viagens e resolver outros compromissos em suas folgas.

6. Estimule a cultura da economia de custos

Muitas vezes, é difícil ser criativo para encontrar formas de economizar. Por isso, é importante que você mobilize a sua equipe para colaborar com essa empreitada.

Uma dica para promover a cultura da economia de custos é oferecer brindes para as melhores ideias de economia do mês, ou fazer a caixinha da economia, em que os funcionários depositam suas ideias.

É fundamental a participação de todos, pois o funcionário é a pessoa que sabe melhor em que é possível economizar em sua rotina.

Poder participar das mudanças da empresa faz com que o colaborador sinta-se parte do negócio. Isso traz algumas vantagens, como integração do funcionário e retenção de talentos, além de impactar na motivação e na satisfação do trabalhador.

7. Otimize seus processos

Há mais de cem anos, Taylor já começava a pensar em formas de eliminar o desperdício dentro das fábricas e otimizar os processos. Isso ainda continua sendo a chave para economizar custos em sua empresa.

Você pode fazer um mapeamento de seus processos e, após uma análise criteriosa, identificar quais não estão agregando valor à empresa e retirá-los.

Além disso, com o mapeamento dos processos, você poderá identificar quais consomem mais custos de sua empresa e focar nesses gargalos para as ações de economia.

8. Analise seus fornecedores e, se for necessário, troque-os

Muitos custos que são considerados por você como imutáveis, na verdade, não são. Um exemplo disso são os fornecedores.

Eles precisam ser constantemente avaliados e comparados com os benefícios daqueles disponíveis no mercado para saber se compensa continuar mantendo a parceria.

Fique atento, pois, às vezes, essa fidelidade não está dando retorno suficiente. Alguns exemplos de fornecedores que devem ser avaliados são:

  • serviço de telefonia;
  • serviço de Internet;
  • fornecedores de benefícios.

Serviço de telefonia

Compare o plano de telefonia da sua empresa com outros planos disponíveis no mercado. Às vezes, você pode migrar para um plano que seja mais econômico e que atenda as necessidades da sua companhia.

Estabelecer um controle das ligações feitas, com emissão de relatórios, também é importante para minimizar gastos desnecessários.

Serviço de Internet

Existem muitos fornecedores de planos de Internet no mercado e, acredite, isso é bom para você. Com essa concorrência, eles estão sempre oferecendo vantagens cada vez melhores para conquistar mais adeptos.

Você deve avaliar qual fornecedor poderá atendê-lo da melhor forma e com o melhor preço. Essa possibilidade de mudança também se refere aos fornecedores de benefícios.

Empresas de benefícios

A análise em relação ao fornecedor de benefícios deve ser cuidadosa, pois o pacote de benefícios que a empresa oferece impacta diretamente na satisfação dos funcionários.

O que você deve avaliar são as tarifas praticadas pela companhia, a qualidade do atendimento, a agilidade nas recargas e a cobertura de estabelecimentos credenciados.

Por isso, o ideal é contar com uma empresa sólida no mercado, que lhe ofereça tudo isso e um pouco mais. Essa empresa poderá ter o melhor atendimento e as menores tarifas do mercado.

Agora que você já tem conhecimento dessas ideias inovadoras para reduzir custos em sua empresa, está na hora de colocá-las em prática. Você percebeu que a maioria delas pode ser implantada de forma simples e ágil? Então não perca mais tempo! Comece a economizar custos já!

Você gostou dessas ideias para reduzir custos na sua empresa? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos com essas dicas!