Você sabia que em nosso país as famílias jogam fora quase 130 quilos de comida por ano? Isso corresponde a mais de 40 quilos por brasileiro! Pois é, essa quantidade daria para alimentar nada menos que 13 milhões de pessoas. Infelizmente, a cultura da fartura faz com que porções generosas acabem indo para o lixo.

Em uma compra mensal com gasto médio de 650 reais, por exemplo, aproximadamente 90 reais são perdidos por conta do desperdício. Bom, se você ficou chocado com esses números, que tal começar a reaproveitar os alimentos?

Para ajudá-lo, reunimos neste post algumas dicas exclusivas de uso consciente dos alimentos. Gostou da ideia? Então, continue com a leitura e descubra como evitar as perdas e, ainda, economizar o seu dinheiro!

Bolinho de arroz e feijão

Sabe aquelas sobras de arroz e de feijão que não são suficientes para a próxima refeição, mas que ainda estão boas? Então, você pode transformá-las em deliciosos bolinhos.

Para preparar, triture 2 xícaras de chá de feijão (sem o caldo) e 1 xícara de chá de arroz cozido. Acrescente um ovo, acerte o sal e leve ao fogo até secar um pouco a umidade e formar uma massa mais consistente. Espere esfriar, coloque cheiro-verde a gosto, molde os bolinhos e frite em óleo bem quente.

Assim como essa receita, existem tantas outras que aproveitam o arroz e o feijão do dia a dia. Além do mais, cascas de legumes, talos e folhas podem ser acrescentados para dar sabor e tornar o prato mais nutritivo.

Cascas e talos em receitas

As cascas e talos de verduras, legumes e frutas podem fazer parte de receitas deliciosas e supernutritivas. Afinal, esses componentes concentram muitas fibras, vitaminas e minerais. Então, ao consumi-los, além de ter um aproveitamento integral dos vegetais, você acrescenta mais nutrientes a sua alimentação!

Veja, a seguir, alguns pratos bem interessantes com base nesses elementos:

  • batata frita com casca;
  • suco de casca de abacaxi com hortelã;
  • bolo de laranja com a casca;
  • limonada suíça (feita com limão inteiro);
  • biscoitos com casca de laranja, de limão e de goiaba;
  • docinhos com casca de banana e de abacaxi;
  • farofa com talos de couve, brócolis e beterraba;
  • bolinhos de talos e folhas;
  • risoto de casca de abóbora.

Uma dica bacana é congelar as cascas e os talos, já higienizados, conforme vai consumindo os vegetais. Então, quando tiver uma quantidade boa desses ingredientes, basta reuni-los e criar receitas para incrementar seu cardápio.

Sopas

A sopa é um tipo de comida gostosa e muito saudável. Há quem diga, inclusive, que é um alimento que conforta a alma. E para prepará-la não há segredos: podem ser usadas sobras de carne, além de cascas e talos de legumes e folhas.

Quer uma sugestão de receita? Você pode cozinhar as casas de batata, chuchu e abóbora e bater a mistura no liquidificador junto a ramos de cenoura, agrião com talo e pedaços de frango que sobraram do dia anterior. Em seguida, leve o caldo a uma panela já com alho e cebola dourados no azeite, acerte o tempero e deixe apurar.

Geleia caseira

As geleias caseiras combinam com torradas e biscoitos, podem ser usadas para cobrir e rechear bolos e dão um toque especial até mesmo em algumas receitas salgadas.

Além de deliciosas e muito versáteis na culinária, elas são uma ótima maneira de aproveitar integralmente as frutas. Afinal, podem ser produzidas com cascas de banana, jabuticaba, abacaxi, maçã e laranja, ou com frutas muito maduras, que estão quase estragando. Assim, você evita o desperdício e ainda tem uma sobremesa incrível!

Casca de laranja como repelente natural

Com a casca de laranja também é possível fazer um ótimo repelente natural, que não agride as crianças e nem os animais de estimação. É só substituir a pastilha convencional dos repelentes elétricos por um pedaço da casca da fruta e ligar o aparelho na tomada. Com isso, o calor fará exalar um agradável aroma ao mesmo tempo em que espantará os insetos e protegerá sua família.

Compostagem

Você gosta de plantas? Tem horta em casa? Então outra forma de aproveitar os alimentos é fazendo compostagem. O processo consiste em utilizar as cascas, sementes, borra de café e talos como adubo orgânico. Essa é, portanto, uma técnica sustentável e econômica, que ajuda o meio ambiente e também o orçamento.

Limão para limpeza

Além de comprometer boa parte do orçamento das compras, os produtos de limpeza também podem causar reações alérgicas em algumas pessoas. Para driblar essas questões, uma ótima solução é usar o limão como base de um desengordurante sustentável.

Para obter bons resultados, coloque bicarbonato e sal na área a ser limpa, esprema o limão e prossiga com a limpeza. Assim, sua casa ficará limpinha e com um cheiro refrescante! Só não se esqueça de lavar bem as mãos após o procedimento, já que a fruta pode causar manchas na pele quando exposta ao sol.

Agentes de beleza

Até mesmo na beleza podemos reaproveitar os alimentos — o que é muito interessante, não é mesmo? Assim, você evita o desperdício e economiza em cosméticos. Veja algumas dicas de ingredientes que podem ser usados na sua rotina de cuidados com o corpo:

  • a borra de café é um ótimo esfoliante, pois remove as células mortas da pele, deixando-a com toque macio e aparência renovada;
  • as cascas de batata e de pepino, quando colocadas em contato com a pele por 15 minutinhos, suavizam o inchaço das pálpebras e das olheiras;
  • a polpa que sobra na casca do abacate pode ser usada como hidratante para o rosto, cotovelos e outras partes secas do corpo.

Como você pôde ver, o reaproveitamento de alimentos traz benefícios para o meio ambiente, para nossa saúde e também para o bolso. Basta um pouco de criatividade e você conseguirá transformar o desperdício em excelentes soluções caseiras!

O que achou das nossas dicas? O post foi útil para você? Então, não deixe de compartilhá-lo nas redes sociais! Assim, seus amigos também poderão aprender a reaproveitar os alimentos!

exercício físicoPowered by Rock Convert