PRA SUA EMPRESA          ESTABELECIMENTO          PRA VOCÊ          IMPRENSA          VENDA VR          SITE VR          CONTRATE
adicional de periculosidade
adicional de periculosidade
fade

O que é adicional de periculosidade e quem pode recebê-lo?

Trabalhos diferentes requerem abordagens diferentes, ou seja, certas funções pedem cuidados especiais e leis especiais. É o caso das profissões que possuem adicional de periculosidade pelas atividades exercidas, consideradas perigosas.

O adicional de periculosidade é assegurado na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para trabalhos com risco à saúde. Assim, os trabalhadores recebem um valor adicional no seu salário pelas atividades que exercem. Junto às medidas de segurança ocupacional, as medidas têm como objetivo o trabalho seguro.

Quer saber mais o que é adicional de periculosidade? A VR Benefícios preparou um texto para você entender tudo sobre o adicional, inclusive quem tem direito e como calcular o valor.

O que é adicional de periculosidade?

O adicional de periculosidade faz parte dos direitos trabalhistas e garante um valor extra às ocupações com atividades perigosas. Na CLT, os artigos 193 e 197 detalham o adicional, com inclusões na Constituição brasileira e na Norma Regulatória 16, do Ministério do Trabalho e Emprego.

De modo geral, o adicional abrange atividades com risco à vida, como a possibilidade de descargas elétricas e a violência física. Somente trabalhadores vinculados à CLT podem receber o valor no salário.

Muitas vezes, o adicional de periculosidade é confundido com o adicional de insalubridade. Porém, enquanto o primeiro é destinado a profissões com riscos diretos de vida, o segundo se refere aos riscos e aos danos à saúde em diversos níveis.

Como calcular e qual é o valor do adicional?

Agora que entendemos o que é esse direito trabalhista, vamos explicar como calcular adicional de periculosidade. Segundo a CLT, o valor é sempre 30% do salário-base, não contando os outros benefícios.

Por exemplo, se o trabalhador tem um salário base de R$ 2000, o valor do adicional de periculosidade é R$ 600, calculando a partir do percentual de 30% estabelecido por lei.

Outra questão importante é que o trabalhador pode ter o adicional de periculosidade e de insalubridade simultaneamente, caso opte pelos dois benefícios, segundo o artigo 193 da CLT.

Quem tem direito ao adicional?

adicional de periculosidade

A lei classifica como atividades periculosas aquelas que envolvam “inflamáveis, explosivos ou energia elétrica”, “roubos e outras espécies de violência física” em cargos de segurança pessoal ou patrimonial e, mais recentemente, atividades de “trabalhador de motocicleta”.

Para serem considerados perigosos e receberem o adicional de periculosidade, os cargos devem receber avaliação e parecer do engenheiro de segurança do trabalho e do médico do trabalho.

Esse é um benefício importante para valorizar os trabalhadores. Os setores da empresa, principalmente o RH, devem promover ações para identificar as atividades perigosas e remunerar de maneira justa. Aqui estão alguns exemplos de quem tem direito ao adicional de periculosidade:

  • eletricistas e outras profissões com contato constante com energia elétrica;
  • motoristas de cargas explosivas e inflamáveis;
  • armazenadores de materiais explosivos e inflamáveis;
  • empregos que manipulam e produzem produtos radioativos, nucleares ou com radioisótopos;
  • guardas, policiais e outras profissões que tenham a segurança sua principal missão, seja pessoal ou de patrimônio;
  • motoboys, entregadores e outras atividades com motocicleta.

Horas extras e outros benefícios

Uma pergunta muito recorrente é se o adicional de periculosidade integra outros valores e benefícios vinculados ao salário, como o FGTS, férias, adicional noturno e horas extras.

A resposta é que sim, o adicional de periculosidade reflete em horas extras, rescisão com aviso prévio, 13º e demais benefícios integrados ao salário; isto é, ele é integrado ao cálculo de cada um desses adicionais.

Outra pergunta frequente é se o adicional de periculosidade é permanente para o empregado. Enquanto a função tiver riscos e for respaldada pelo engenheiro de segurança do trabalho e pelo médico do trabalho, o benefício continua. Contudo, se o perigo cessar no trabalho, o adicional pode acabar.

Importância do adicional

O adicional de periculosidade é essencial ao trabalhador e às empresas, isso porque o funcionário é valorizado e tem mais segurança física e financeira. Para trabalhos de risco, benefícios e direitos que resguardem as pessoas são os maiores incentivos para os cargos.

Os benefícios auxiliam na gestão de talentos, desenvolvendo uma relação respeitosa e empática entre funcionário e empresa. Quando o trabalho duro se reflete no salário e nos adicionais, o funcionário trabalha motivado e em harmonia com a empresa.

Ou seja, quando a empresa garante a segurança do funcionário e um bom ambiente corporativo, há um clima organizacional positivo, no qual cada um desempenha suas funções para o melhor funcionamento do negócio.

VR Benefícios oferece o melhor serviço de cartões corporativos!

Como vimos, é importante valorizar o trabalhador. Uma das melhores maneiras de fazer isso é oferecendo benefícios, como vale-refeição e vale-transporte. Dessa forma, o funcionário tem menos preocupações e pode se dedicar mais ao trabalho.

A VR é líder no mercado de cartões corporativos e fornece serviços aceitos em todo o Brasil, sempre prezando segurança, acessibilidade e tecnologia. Estamos há décadas ajudando empresas e trabalhadores, com benefícios como o VR Transporte e o VR Alimentação.

Então, que tal conhecer o VR Auto? Esse serviço da VR é uma excelente alternativa àqueles que utilizam veículos no translado diário e em viagens a serviço. É só entrar em contato conosco, e sua empresa terá uma proposta completa!

Receba o conteúdo em primeira mão: