Administrar uma empresa é desafiador: são inúmeras decisões tomadas diariamente e muitas delas envolvem situações urgentes que terão algum tipo de custo. Então, como manter o controle financeiro do restaurante com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo? 

Essa época do ano é o momento ideal para pensar nas finanças do próximo período e o planejamento é a chave para evitar que possíveis problemas cheguem a um ponto muito alto de criticidade. Isso é essencial para manter a economia e proporcionar entregas de maior qualidade.

Veja, neste artigo, por que é tão importante começar o ano com as contas controladas e quais são as ações que você pode implementar em seu estabelecimento!

Por que é tão importante começar o ano com as contas em dia?

Do ponto de vista financeiro e gerencial, a virada do ano envolve uma série de fechamentos fiscais. Sincronizar as mudanças de gestão e metodologias com esses compromissos ajuda a tornar o processo mais claro, sem a necessidade de controlar duas versões simultâneas até que a transição seja finalizada.

Sob o aspecto psicológico, os ciclos são ótimas formas de engajar mais pessoas em um mesmo propósito. Já existe um movimento em relação à renovação de metas pessoais e profissionais, uma pré-disposição para investir as energias em realizações. É um motivador que faz com que a iniciativa ganhe mais força e tenha mais chances de ser bem-sucedida.

Como fazer o controle financeiro em restaurante ser mais eficaz?

A rotina de um empreendedor geralmente é bastante movimentada. Manter o controle financeiro em restaurante diante desse perfil não é uma tarefa tão fácil, mas, usando algumas táticas específicas, ela se torna bem mais tranquila. Confira as dicas que separamos a seguir!

Monte relatórios com todas as movimentações financeiras

O primeiro passo para ter o controle das finanças do seu restaurante é entendendo a situação atual na qual ele se encontra. Colete informações sobre as entradas e saídas realizados nos meses anteriores, se possível, inclua outros anos para ter uma base de comparação.

Monte relatórios com diferentes tipos de visões, tais como custos de determinados ingredientes, volume de vendas por período, gastos com reparos em equipamentos, enfim, tudo o que interfere nas movimentações financeiras e que possa ser melhorado.

Faça um planejamento financeiro estratégico

De posse das informações, faça um planejamento financeiro para o próximo ano, estabelecendo metas estratégicas em relação às análises feitas nos relatórios. Aproveite o momento para atacar os problemas que mais afetam os resultados do negócio. 

Se os gastos com consertos de equipamentos está alto, reverta esses valores para a manutenção preventiva, se o volume de vendas cai muito em determinado período do ano, aproveite para conceder férias para boa parte da equipe e crie formas alternativas de atrair mais clientes. Pense nas finanças como um instrumento para o crescimento do negócio.

Revise os contratos com fornecedores

As parcerias feitas com fornecedores são pontos que demandam certa atenção. Contratos que começaram vantajosos, podem estar afetando os resultados financeiros da empresa atualmente por falta e acompanhamento e revisão. Eles podem estar muito caros em relação ao mercado e a renegociação pode ser a melhor alternativa.

É possível conseguir uma boa economia por meio dessa providência. Além disso, a substituição de alguns desses fornecedores pode agregar ainda mais qualidade e valor ao seu restaurante.

Encontre os períodos de sazonalidade

Durante a análise das informações levantadas na nossa primeira dica, encontre as épocas do ano que apresentam maiores diferenças nas movimentações, tanto para mais quanto para menos. Elas indicam que existe algum fator de sazonalidade atuando sobre o negócio, que deve ser trabalhado de uma forma especial.

Nos planos para o próximo ano, considere uma exploração mais ativa das sazonalidades positivas, tais como datas comemorativas. Invista na criação e divulgação de uma programação especial. Para os casos de baixa mais acentuada, aproveite para realizar pequenas reformas e manutenção do maquinário. Reduza a operação e mantenha as ações de atração para garantir o mínimo de movimento.

Organize o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma análise que precisa ser realizada diariamente pelo departamento financeiro. Ele é a principal fonte de informações sobre as movimentações do restaurante, precisando estar sempre atualizado e organizado. Assim, os gestores podem realizar consultas com mais confiança de que os dados acessados representam a situação presente.

Uma boa forma de garantir essa organização é cobrando relatórios periódicos de acompanhamento. Os analistas responsáveis deixarão de acumular suas tarefas, e os gestores terão um acompanhamento mais próximo e eficaz das suas contas. 

Otimize a gestão de compras

Outro ponto de atenção muito importante é a gestão de compras. Muitos empreendedores focam muito na parte de vendas e acabam se esquecendo que podem economizar bastante com um setor de aquisições mais eficiente.

Além da renegociação com fornecedores, que já foi citada, é importante integrar diferentes setores para definir parâmetros melhores. A equipe da cozinha deve definir os alimentos que precisam semanalmente, quais deles podem ser armazenados por mais tempo e quais devem estar sempre frescos. Os atendentes podem ajudar, listando os preparos que fazem mais sucesso entre os clientes.

Dessa forma, o setor de compras consegue realizar negociações mais vantajosas para a empresa, fazendo compras no atacado, substituindo algumas marcas caras pelas que são mais em conta — claro, sem interferir na qualidade das receitas entre outras providências.

Aumente a percepção de valor do negócio

A percepção de valor tem um papel crucial nas finanças de um restaurante. As pessoas frequentam esse tipo de estabelecimento não apenas para saciarem a sua fome, mas também para viverem uma experiência agradável. É preciso ter isso em mente ao elaborar o planejamento para o próximo ano.

Separe um montante para investir em melhorias que transformem a percepção dos clientes em relação ao seu estabelecimento. Essa é uma forma muito eficiente de aumentar a margem de lucro, estabelecer novos preços e seguir agradando a clientela.

Fazer o controle financeiro em restaurante não é algo tão complicado. Ele apenas depende de uma dedicação diária para ser mantido dentro do esperado e gerar bons resultados ao longo do ano. E não pense que ainda é muito cedo para se preparar para o próximo ano, quanto antes começar, mais tempo terá para planejar com calma. Pense nisso e garanta um faturamento melhor que o deste ano.

Agora que você já sabe como deve preparar seu negócio para o futuro, que tal se aprofundar em uma das ações que ajudam nas finanças do restaurante? Confira estas dicas para atrair mais clientes!